Bala perdida atinge hospital pela segunda vez na Zona Sul

Pela segunda vez, num intervalo de cerca de cinco meses, Hospital Santa Martha, em Santa Rosa, Zona Sul de Niterói, foi atingido por bala perdida. Desta vez o caso aconteceu neste domingo (27) e a suspeita é que o disparo tenha vindo de uma comunidade próxima, a bala parou próximo de uma pessoa. Dessa vez, felizmente ninguém foi atingido, ao contrário do que ocorreu em agosto do ano passado, quando uma paciente foi atingido no olho. Policiais do 12º BPM informaram que uma incursão, com apoio de um veículo blindado, foi realizada também no domingo, nas imediações da localidade conhecida como Beco do 600 e da comunidade Souza Soares, de onde possivelmente teria partido o disparo que atingiu o hospital, durante um confronto.

Um familiar de paciente da unidade explicou em redes sociais que dois tiros atingiram a parede do quarto em que sua sogra estava internada por volta das 16 horas.

Já a irmã da paciente, que estava sentada disse que um dos tiros atingiu um pouco acima de onde ela estava, ponto onde o projétil se alojou. Segundo essas pessoas, no momento de pânico, todos se jogaram no chão para não serem atingidos e felizmente ninguém ficou ferido. “Uma bala atingiu a parede do quarto em que minha sogra estava internada, no Hospital Santa Martha durante a tarde de hoje (domingo), por volta das 16h15m (…)Meu marido viu a bala passando na sua frente, a poucos metros. Graças a Deus ninguém ficou ferido. Todos se jogaram no chão e saíram do quarto correndo. Nenhum responsável pelo hospital apareceu para dar suporte ou conversar sobre o ocorrido. Apenas a equipe de enfermagem esteve presente, a qual realizou a mudança dela para um quarto na parte interna do hospital. Sabemos que o hospital está localizado em área de risco. Mas se este fato já ocorreu outras vezes, inclusive com graves acidentes, por que pacientes são internado em quartos de frente para o morro, na linha de fogo? Por que o hospital ainda não reviu a questão das janelas destas unidades? Difícil tomar algo tão grave como “fatalidade”. Não é a primeira, nem segunda vez. É inaceitável!”, foi uma das postagens nas redes sociais.

O 12º BPM (Niterói) informou que realizava patrulhamento de rotina com um blindado pela Rua Dr. Mário Vianna, em Santa Rosa, na tarde de domingo. Segundo a PM, bandidos da localidade conhecida como Beco do 600 atiraram contra a viatura, contudo não houve confronto. Ainda não se sabe se o tiro que acertou o hospital partiu dessa comunidade ou da comunidade Souza Soares. Em agosto do ano passado, uma paciente internada para tratamento de vesícula, no mesmo hospital foi atingida no olho por uma bala perdida. Na ocasião, policiais do 12º BPM haviam sido acionados por moradores da Rua Doutor Mario Vianna, devido aos transtornos gerados por um baile funk na comunidade Souza Soares. Houve confronto nos principais acessos da comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 11 =