Baile “proibidão” termina com baleados na Nova Brasília

Augusto Aguiar –

Terminou com duas pessoas baleadas, na madrugada do último domingo, um baile funk realizado na comunidade Nova Brasília, na Engenhoca, Zona Norte de Niterói. Apesar do policiamento ser intensificado e de informes anteriores de venda de drogas (inclusive encaminhadas para o Disque Denúncia), o baile segue sendo realizado quase todos finais de semana. De acordo com registro na 78ª DP (Fonseca), policiais militares do 12º BPM foram acionados para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), onde foram informados que duas pessoas deram entrada baleadas na unidade. Um dos pacientes, com 23 anos, e uma adolescente, de 16 anos. Ambos foram medicados e, com ferimentos sem maior gravidade, liberados.

Ainda de acordo com informações, o 12º BPM havia recebido denúncia de que na comunidade Nova Brasília estaria ocorrendo um baile funk. Assim que chegaram ao local, bandidos armados atiraram contra a guarnição. Não houve relatos de revide. Após vasculharem a área, num primeiro momento os policiais não teriam encontrado nenhuma pessoa ferida, porém, mais tarde, surgiu informe dos dois baleados. O comando do 12º BPM informou que estava apurando as circunstâncias do fato.

Em setembro desse ano, A Tribuna recebeu denúncias de moradores, queixando-se dos bailes funks proibidos realizados na comunidade, onde, segundo eles, ocorreria uma “feirinha de drogas” entre o fim das noites de sábado e as manhãs de domingo. Centenas de frequentadores se deslocariam para o evento, muitos dos quais vindos de outras comunidades do Rio. De acordo com fontes policiais, nos dias programados para os bailes, as vendas de drogas disparariam.

Nos relatos, inclusive encaminhados para o Disque Denúncia e ao 12º BPM, criminosos bloqueariam as principais entradas da comunidade com veículos para dificultar as operações da polícia na área. Moradores inclusive reclamam, além da venda de drogas e de criminosos armados nos bailes, do som “ensurdecedor” do evento que, apesar da proibição, é usado no campo situado na comunidade. No fim do mês de setembro, dois homens foram mortos na comunidade do Serrão, também na Zona Norte, após serem atacados durante o retorno do baile funk da Engenhoca. Outros três feridos deram entrada em hospitais da região. De acordo com trabalho de levantamento policial, a rivalidade de facções criminosas na região teria sido o motivo da ocorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − sete =