Axel Grael comenta decisão da Anvisa sobre Sputnik V

Após a decisão do colegiado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitarem, por unanimidade, a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil, na última segunda-feira (26), o prefeito de Niterói, Axel Grael (PDT), usou as redes sociais para lamentar a decisão. De acordo com ele, a administração municipal não vai desistir de lutar contra a Covid-19.

“Niterói se mantém firme no propósito de acelerar a imunização. Para isso, continuaremos cobrando agilidade do Ministério da Saúde, responsável pelo envio de vacinas para os municípios. Também vamos continuar atuando em diferentes frentes para a compra de vacinas seguras e eficazes”, publicou.

A prefeitura de Niterói assinou um acordo com a Rússia para a aquisição de 800 mil doses do imunizante. Já a cidade de Maricá, adquiriu 500 mil doses da vacina. As primeiras remessas chegariam no próximo mês e as prefeituras esperavam utilizá-las para acelerar o processo de vacinação. A decisão de ontem não afeta diretamente Niterói e Maricá, pois uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) dá um prazo de 30 dias para que a Anvisa tome a decisão e o pedido em conjunto das duas prefeituras tem o vencimento no próximo dia 19 de maio.

Contudo, caso o governo russo não envie os dados que faltam para a comprovação das pendências em relação à Sputnik V, a tendência é que a rejeição desta segunda por parte do colegiado se repita em futuras avaliações. Os especialistas da autarquia deram uma previsão de que as lacunas sejam preenchidas entre os meses de maio e agosto.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói informou que não houve pagamento antecipado para a compra da Sputnik V. Com a decisão da Anvisa, as doses previstas para maio não serão enviadas. A nota relembra que eficácia da Sputnik V é de 91,6% e que seu uso foi aprovado em diversos países, inclusive na Argentina e na Hungria. Contudo, a secretaria de Saúde confia no trabalho da Anvisa, confia que o processo será solucionado e em breve a vacina será aprovada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 4 =