Autor dá dicas para evitar o desemprego em tempos de crise

No final do último mês a população viu assustada a demissão de pelo menos 250 rodoviários em um único dia em Niterói. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) anunciou que a atual crise causada pela pandemia do último coronavírus a ser transmitido para o ser humano poderia deixar mais de 25 milhões de pessoas desempregadas em todo o mundo. Em tempos de pandemia, diversas empresas têm enfrentado sérias dificuldades de caixa e seus funcionários temem pela perda dos seus empregos diante do cenário incerto no mercado de trabalho.

Pensando nas reviravoltas dadas pela vida e o enfrentamento das situações de crise, o cardiologista, empreendedor e escritor, Fabiano Barcellos, se dedicou a fazer pesquisas sobre estudos de casos que resultaram no livro “Coragem para Vencer”. Na obra são abordadas temáticas sobre mudanças de vida e enfrentamento de problemas que exigem coragem. Desde o lançamento do livro no final do ano passado, pela editora Planeta, já foram vendidos dez mil exemplares. A publicação, que atingiu o quarto lugar entre os mais vendidos do país, na categoria autoajuda, logo na primeira semana de lançamento.

Há sete anos, o médico cardiologista, não faz mais da medicina a sua principal fonte de renda. Desde 2016, ele só realiza atendimentos populares, em que os pacientes pagam um valor que é suficiente para que honre o aluguel do consultório. Barcellos queria ter mais tempo livre e começou a trabalhar com marketing de relacionamento e vendas online. Além do seu livro, em um canal do Youtube e profissional tem se voltado para dar dicas sobre lidar da melhor maneira possível na luta contra o do desemprego e na busca por mudanças na carreira. Boa parte das orientações vem da própria vivência do médico. Uma vez por semana ele faz lives no Instagram com especialistas em dias agendados junto aos entrevistados e além de realizar vídeos de dicas no Youtube.

“Independente da pandemia seja proativo no trabalho. A pessoa precisa se manter acima da linha da média. Aumente os seus relacionamentos, não é ser puxa-saco, mas procure conhecer as pessoas com quem você trabalha, converse com elas. E se você estiver em um cargo de chefia, coordenador, não dê apenas ordens, converse, pergunte da vida das pessoas. Inclusive, isso aumenta a empatia delas em relação a você. Esteja sempre atualizado, conheça as tendências de sua área, estude os melhores cases. Surpreenda positivamente. Se você está numa reunião, discussão ou negociação, por exemplo, tente surpreender positivamente. Ninguém está esperando que você faça aquilo, mas você foi lá e fez! Entregue as metas antes do prazo. Isso é uma atitude que pode fazer você se tornar indispensável”, enfatizou Barcellos.

O profissional afirma que tempos de crise não são sinônimos de impossibilidade de mudanças profissionais positivas, como a troca de áreas de atuação.

“Acho que o possível vem da sua decisão de mudar, independente do momento que vive ou que o mundo vive. A questão toda é: está disposto à mudança? Pois, normalmente, as pessoas estão dispostas aos resultados, mas não às ações. É Importante se perguntar: ´O que além do que eu faço, eu curto fazer?´. Comece a fazer em paralelo. Organize a vida antes de alguma situação acontecer. Aprenda a dizer não para o que não quer; aprenda a dizer sim para o que quer; entre em movimento; interaja com pessoas diferentes; faça isso pelo tempo necessário. Não tenha apenas uma fonte de renda. Diversifique seus investimentos”, orientou o escritor .

O escritor alerta sobre a necessidade de prontidão para não se perder oportunidades e estar seguro nos tempos adversos.

“Geralmente, o brasileiro espera as coisas acontecerem para depois ver o que fazer e tentar se organizar, mas é justamente o contrário. A pessoa precisa se preparar, estar bem estruturado, ter um plano B, porque caso isso realmente aconteça, ela já tem o que fazer”, declarou Barcellos.

O escritor ensina a usar a procrastinação a favor dos planos pessoas para obter sucesso na carreira profissional.

“Não procrastine nenhuma tarefa. Procrastinar não é uma palavra errada, mas priorize procrastinar as coisas certas. Saiba o que é urgente e o que é importante. Seja pontual, poucos brasileiros são”, finalizou o empreendedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − onze =