Atacante Raphinha finalmente terá chance de estrear pela Seleção

Da frustração à iminência da estreia. Assim pode ser definida a curta, mas promissora, trajetória do atacante Raphinha na Seleção Brasileira. Após ser obrigado a ficar de fora da última Data FIFA, o jogador poderá entrar em campo pela primeira vez com a amarelinha no jogo de quinta-feira (7) contra a Venezuela, em Caracas, pelas Eliminatórias da Copa.

Ele estava presente na convocação anterior. Contudo, ficou de fora após seu clube, o Leeds United/ING, não o liberar. Assim como outras equipes inglesas, a equipe decidiu não liberar o atleta devido ao longo tempo de desfalque, que seria provocado pela quarentena obrigatória. O atleta comentou o episódio, em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (5).

“Acredito que o que posso fazer é o que me fez chegar aqui. mostrar meu futebol, me dedicar nos jogos, treinamentos e, consequentemente, ganhando confiança para demonstrar minhas qualidades. Fiquei bastante frustrado, tive esperança de vir até o último momento. Infelizmente não deu. Mantive minha cabeça no lugar, continuei trabalhando”, disse.

Ele também contou que faltou pouco para defender outra seleção. Portador de cidadania italiana, Raphinha revelou que recebeu contato da Azzurra. O jogador também contou que chegou a conversar com Jorginho, meio-campo brasileiro que defende o time italiano após se naturalizar. Contudo, falou mais alto o sonho de vestir o uniforme da Seleção Brasileira.

“Recebi contato, até conversei com o Jorginho. Mas não me sinto parte daquilo. Meu objetivo sempre foi representar o Brasil. Mesmo estando aqui, minha ficha ainda não caiu. Se eu cheguei aqui, foi da maneira que sei jogar meu futebol, como venho jogando nos clubes onde passei. Mantendo meu foco, as coisas acontecem naturalmente”, orgulhou-se.

Por fim, o atacante se apresenta ao torcedor que, por ventura, ainda não conheça seu futebol. Além disso, ele menciona ter recebido felicitações de dois ídolos. São eles Ronaldinho Gaúcho, meio-campo pentacampeão com o Brasil; e o português Bruno Fernandes, ex-colega de Sporting/POR, que atualmente defenda o Manchester United/ING.

“Sou um jogador esforçado, busco sempre dar meu melhor nos jogos e treinamentos. Posso dizer para os torcedores esperarem muita dedicação e vontade. Se eu puder fazer metade do que o Ronaldinho fez, para mim vai ser muito marcante. Bruno Fernandes é um grande ídolo para mim como jogador e pessoa”, concluiu.

Casemiro tem participação indefinida

Casemiro pode não jogar as próximas partidas da Seleção – Divulgação: CBF

A participação do volante Casemiro nos próximos jogos da Seleção Brasileira se tornou uma incógnita. De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ele é o único atleta que ainda não se apresentou ao grupo que vai disputar as partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

De acordo com a CBF, o jogador do Real Madrid ainda não se apresentou devido a um problema pessoal. Não foi divulgado qual seria esse problema. Ainda de acordo com a confederação, nas próximas horas é esperada uma definição se o jogador irá se unir ao grupo, que está concentrado em Bogotá, ou se ficará de fora.

Agenda

O primeiro jogo do Brasil para a Data FIFA de outubro será na quinta contra a Venezuela, em Caracas. A partida terá início às 20h30min (horário de Brasília). Em seguida, a Seleção Brasileira terá pela frente Colômbia e Uruguai. A partida contra os colombianos será no domingo (10), em Barranquilla, às 18h (horário de Brasília), enquanto o duelo com os uruguaios está marcado para as 21h30 (horário de Brasília) do dia 14, em Manaus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 7 =