Assassinato na entrada de motel em Niterói

Morte na porta do motel. Um casal foi atacado a tiros, na madrugada desta quinta-feira (13), na entrada de um motel, localizado no bairro de São Lourenço, região central de Niterói. As vítimas estavam em um carro. O homem, que estava ao volante, morreu no local. Uma mulher, que estava no banco do carona, também foi atingida e socorrida a uma unidade de saúde.

Segundo informações iniciais, divulgadas pela Polícia Militar, testemunhas afirmaram que o casal, pouco após as 5h, estava entrando no motel e recebeu, da recepcionista, a chave de um quarto. No momento em que o carro onde as vítimas estavam passava pela cancela, um homem encapuzado desembarcou de outro automóvel e fez vários disparos do lado do motorista.

Casal foi seguido até a entrada de motel em Niterói – Foto: Marcelo Feitosa

O motorista, identificado por policiais do 12º BPM (Niterói) como Vitor Lacerda Castro Freire, de 31 anos, empresário no ramo de criptomoedas, morreu no local. A mulher, que segundo os agentes foi baleada em uma das mãos, ombro e cabeça, foi socorrida ao Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) e ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG) enviou uma equipe de perícia ao local. A distrital irá investigar a motivação e autoria do crime. O corpo de Vitor foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade, no bairro do Barreto, por uma viatura do Corpo de Bombeiros.

De acordo com apuração inicial da especializada, o carro onde as vítimas estavam, modelo Jeep Renegade, havia sido alugado em uma locadora de automóveis. Ainda segundo as informações iniciais, as vítimas estavam sendo seguidas pelo atirador, antes de chegarem ao motel.

O estabelecimento, até o momento, não foi interditado e segue funcionando normalmente. Um funcionário do motel esteve, durante a manhã, na sede da especializada a fim de prestar informações. A DHNSG irá coletar depoimentos e imagens de câmeras de segurança a fim de esclarecer o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =