Assaltos a condomínios: o que fazer e como evitar

Em um ano, os roubos a residências em Niterói quase que dobraram, tendo um aumento de 97%, de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). Foram registrados 38 casos de janeiro a junho de 2016 enquanto neste ano foram 75 no mesmo período. Para especialistas, desatentos, muitos moradores não dão a real atenção necessária a entrada de veículos. Atualmente, muitas ações de criminosos se iniciam por alguma falha de segurança na portaria do estacionamento.

“Qualquer coisa como uma placa de veículo ou o controle da garagem, que forem clonados, podem gerar problemas. Essas fragilidades devem ser evitadas com medidas simples, a começar pelo próprio controle remoto do portão, que deve ser anticlonagem e com sistema de acionamento de pânico. Além disso, os porteiros, ao abrir os portões de entrada, não identifiquem somente através de placas ou reconhecimento dos carros; é necessário também verificar de fato quem está dentro do veículo”, explicou Amilton Saraiva, especialista em condomínios.

Porteiro há 20 anos, Carlos Eduardo da Silva, de 54 anos, conta que já passou por situações de perigo. “Temos que estar atentos a todo momento, porque cuidamos do bem-estar de muitas pessoas. Uma vez eu percebi que uma movimentação estranha na porta do prédio, liguei para a Polícia Militar e não é que os policiais abordaram os suspeitos e eles estavam armados? Imagina se a dupla entra no prédio, seria um verdadeiro arrastão”, contou o porteiro.

Para o especialista Amilton Saraiva, o porteiro tem suma importância para se evitar roubos e invasões. “Além de estar sempre em alerta, o porteiro precisa saber ler, ter facilidade de memorização e concentração”, comentou.

Dicas de segurança
-Ao atender visitantes, o porteiro deve manter os portões fechados e as pessoas do lado externo do condomínio.
-Ao receber prestadores de serviços, é necessário identificá-los, anotar os dados de seus documentos.
-Os equipamentos de segurança (portas de entrada, portões de garagem, extintores, etc.), devem ser checados periodicamente e precisam estar em perfeitas condições.
-Quando recepcionar entregadores de encomendas, faça-o nas áreas de uso comum do edifício, à vista dos funcionários da portaria.
-Não permitir a saída de visitante que carregue objetos ou pacotes, sem autorização do morador visitado.
-Ao abrir o portão da garagem, identificar o motorista e observar se não há risco de entrar alguém junto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *