Assalto a carro-forte em SG termina com um baleado

Raquel Morais –

Um assalto que terminou com uma intensa troca de tiros e um segurança baleado, na manhã desta quarta-feira (20), levou pânico aos consumidores que faziam compras no supermercado Carrefour, em Neves, São Gonçalo. Cinco criminosos levaram cerca de R$ 90 mil de um carro-forte, que chegava no local para abastecer os caixas eletrônicos. O tiroteio assustou clientes e funcionários do estabelecimento, que ficou parcialmente interditado por cerca de três horas.

De acordo com testemunhas, cinco criminosos realizaram o roubo por volta das 10 horas, na Praça de Alimentação do supermercado. Dois assaltantes estavam disfarçados dentro do Carrefour, esperando a chegada do segurança com o malote, que entrou sozinho no estabelecimento, enquanto outros dois permaneceram no carro-forte da empresa TB Forte. Ainda segundo testemunhas, dois outros criminosos vieram por trás e anunciaram o assalto. “Perdeu! Ele só gritou isso”, comentou um funcionário que estava em estado de choque e não quis se identificar.

WhatsApp Image 2017-07-19 at 11.11.44

Houve disparos dentro do estabelecimento e um intenso confronto durante a fuga dos criminosos, que utilizavam pelo menos um fuzil e três pistolas. Eles teriam fugido em uma caminhonete Land Rover Evoke branca, com apenas um malote. O responsável pela empresa TB Forte não quis se pronunciar sobre o assunto com a imprensa e também não confirmou a quantidade de malotes com dinheiro que estava dentro do carro-forte.
O segurança, identificado como Luiz Gustavo Gusmão, foi baleado na perna por um dos assaltantes que estava disfarçado e encaminhado, pelo Corpo de Bombeiros, para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, Zona Norte de Niterói. A direção do Heal informou que o paciente está estável.

O caso foi registrado na 73ª DP (Neves) e informações policiais apontam que o tiro que atingiu o vigia não foi de fuzil, provavelmente de uma pistola calibre 9mm. A delegada adjunta que está investigando o caso, Camila Lourenço, disse que as imagens das câmeras de segurança já foram pedidas ao estabelecimento para elucidar o crime. “Estamos costurando esse caso com os depoimentos. A princípio foram realmente cinco criminosos que participaram da ação. Uma arma calibre 12, que seria do vigia e teria sido roubada pelo grupo, também foi recuperada na cena do crime”, comentou.

A vendedora Érika dos Santos, de 23 anos, se livrou do tiro por apenas alguns segundos. A jovem relatou que viu o segurança entrando no mercado, abaixou para pegar uma mercadoria na prateleira do quiosque e ouviu um tiro. “Quando ouvi o barulho eu só vi os estilhaços de vidro da entrada caírem no quiosque. Saí engatinhando para me proteger em uma farmácia. Quando tudo acabou vi o tiro no vidro que seria exatamente na direção que eu estava. Foi um livramento que tive e espero esquecer esse episódio da minha vida”, comentou a funcionaria do M. Case.
Marcos Oliveira, de 44 anos, estava no setor de laticínios quando tudo aconteceu. “Ouvimos muitos tiros e corremos para o depósito de alimentos e ficamos escondidos. Depois de uns minutos ouvimos um silêncio e percebemos que tinha acabado o terror. Apesar de tudo consegui manter a calma”, apontou o também vigia.

Policiais militares de Niterói e São Gonçalo foram acionados e realizaram buscas pelos assaltantes. Além disso, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também realizou buscas pela BR-101, uma vez que o supermercado fica às margens da rodovia. A direção do Carrefour foi procurada, mas não se manifestou sobre o caso até o fechamento dessa edição.

MESMO COM REFORÇO DA PRF E DA PM OS BANDIDOS ATACAM
Augusto Aguiar

A ousadia dos bandidos parece não ter limites. Mesmo com o patrulhamento intensificado, com a chegada de reforço de agentes da Polícia Rodoviária Federal, visando maior repressão a incidência sobretudo de roubos de cargas, assaltos a motoristas, de prática dos chamados “arrastões”, os marginais continuam a desafiar as autoridades. Vale lembrar que os patrulheiros que atuam na BR-101 ainda contam com ajuda de policiais militares do 7º Batalhão, que guarnecem as principais entradas de São Gonçalo, que margeiam a rodovia.

No fim da madrugada de quarta, cerca de 5 horas antes do ataque ao carro-forte no Carrefour (Neves), policiais receberam um alerta sobre a ação de bandidos na rodovia, na altura do km 319, no mesmo bairro. Houve pânico entre os motoristas, pois havia informe de mais um arrastão na via. Os policiais rodoviários chegaram rápido ao local e, na tentativa de interceptar os criminosos, chegaram a interditar a pista sentido Rio. Outros motoristas pararam na pista e outros retornaram na contramão.

Os bandidos não foram localizados. Em Niterói, no km 320 da BR-101, por volta das 6h40min, foi recuperado um Duster. Assaltantes deixaram o carro, mas roubaram na sequência um HB 20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × cinco =