Artista propõe intervenção urbana no Centro de Niterói

Quem passa pela Rua Visconde do Rio Branco, na altura do Espaço Cultural Correios Niterói, no Centro, vai se deparar com a exposição itinerante, em forma de intervenção urbana, da escultora niteroiense Duda Oliveira. As grandes peças foram fixadas ao longo da fachada do prédio histórico após temporada de exposição no Museu de Arte Contemporânea (MAC). “Boca Banguela” ficará em exposição até o final de setembro com a proposta de levar a arte para o público e para todas as classes sociais.

As esculturas feitas em ferro e metais fundidos são coloridas e expressivas. As formas duras e rígidas dos metais pesados contrastam com a delicadeza e suavidade da artista. A artista plástica contemporânea cursou arte experimental na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e História da Arte e da Arquitetura do Brasil, na Puc/Rio. Duda Oliveira utiliza diversificados métodos e materiais para compor sua arte. Na escultura, utiliza na maior parte das vezes metal naval, mas a artista se permite novas experiências no campo pictórico, agregando materiais como cimento, estrutura de vergalhão e madeira, dizia a nota.

“A minha ideia é um reduto ilimitado para a arte. Quando estava no MAC a eposição atingia uma elite cultural e eu quero levar a arte para a rua. Para as pessoas terem esse acesso. Acredito na boa fé que as pessoas não vão depredar as peças. As pessoas gostam do que é belo. As peças são pesadas e aparentam uma leveza. Estar no espaço urbano também confunde quem anda na rua. Essa é uma intenção, aguçar a curiosidade”, finalizou Duda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 16 =