Arrastões e tiroteios quase diários na BR-101 e RJ-104

Augusto Aguiar –

A iluminação precária ao longo das vias e denúncias de policiamento insuficiente são apenas dois dos motivos, de acordo com os usuários, que estariam desencadeando sucessivas ocorrências de tiroteios e arrastões tanto na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104) quanto na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101). Os relatos, segundo os motoristas, são quase diários.

Na noite de domingo, por exemplo, condutores que passavam pela RJ-104 tiveram que buscar abrigo junto as muretas divisórias da pista para escapar de balas perdidas, pois ocorria intenso confronto entre policiais e criminosos na altura do bairro Nova Grécia, em São Gonçalo. Muitos motoristas afirmam que buscam a RJ-104 para fugir do perigo de arrastões na BR-101, mas a situação não está diferente da rodovia federal, apesar do trabalho realizado pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) ao longo da Rodovia Amaral Peixoto.

Na Niterói-Manilha, fontes da própria Polícia Rodoviária Federal (PRF) admitem que, mesmo com ações desenvolvidas, o contingente ao longo da extensa via é considerado insuficiente. Nas últimas semanas ocorreram vários registros de roubos de carga, com motoristas sendo mantidos reféns. Apenas neste fim de semana, três roubos de carros na rodovia terminaram em troca de tiros e um ferido. Em um deles, um caminhoneiro atravessou o veículo na pista para tentar conter os bandidos. Os ataques geralmente ocorrem nas duas rodovias ao anoitecer. No caso da RJ-104, há ainda relatos de várias lâmpadas apagadas em postes, nos trechos de bairros em São Gonçalo.

Segundo a PRF, nos meses de janeiro e fevereiro 196 veículos foram roubados na BR-101, além de 40 registros de roubos de carga no mesmo período. No fim de semana foram pelo menos três ocorrências na via. No domingo, bandidos armados tentaram roubar um carro e trocaram tiros com a PRF no km 309, altura do bairro de Itaúna. Logo em seguida, no mesmo trecho, homens armados roubaram dois carros, com nova troca de tiros registrada. Na madrugada de sábado, um motoqueiro se feriu depois de bater em um caminhão, que freou bruscamente após presenciar uma tentativa de assalto. Lucas Silva Alves, de 26 anos, foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê.

Caminhão dos Correios atacado em Marambaia
Para se ter uma noção da incidência de ocorrências nas duas rodovias (estadual e federal), na madrugada de ontem, um caminhão de entregas de uma empresa terceirizada dos Correios foi roubado na RJ-104, altura do bairro Marambaia, em São Gonçalo. O motorista deixou o centro de distribuições dos Correios, no Colubandê, e seguiria para Nova Friburgo, na Região Serrana, quando por volta das 3h50min foi rendido no momento que passava junto a um trecho com redutor de velocidade, na altura de Marambaia.

Cinco bandidos armados renderam o motorista, que teve a identificação preservada. Três deles estavam num Palio Weekend e dois numa motocicleta. Os criminosos tentaram levar o caminhão, mas não conseguiram por causa de um sistema de bloqueio via satélite. O motorista chegou a passar por momentos de pânico, refém dos assaltantes, que usavam toucas ninja. Como não conseguiram levar o caminhão, os ladrões transferiram parte da carga para o carro que usavam e fugiram. A ocorrência foi registrada e passou a ser investigada pela Polícia Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *