Área pública estaria sendo utilizada como estacionamento privativo em São Domingos

Uma grande área pública situada na Rua Guilherme Briggs, ao lado do edifício conhecido como “prédio do eletricista”, atual sede da concessionária Enel, em Niterói, vem sendo utilizada como um grande estacionamento privativo, inclusive com utilização de correntes e cadeados, o que em despertando a indignação de alguns moradores e motoristas.

De acordo com informações da Enel, atualmente a empresa mantém no prédio apenas uma Central de Monitoramento da Rede (COS). Na região, há também uma grande área destinada ao estacionamento rotativo, situada na rua General Osório, ao longo da fachada principal do edifício utilizado pela concessionária de energia. Nesse caso, o estacionamento rotativo não se trata de uma área restrita, mas de vagas públicas administradas pela empresa Niterói Rotativo. Além disso, o local também conta com um ponto de táxi.

Diversas vagas de estacionamento na Rua Guilherme Briggs foram destinadas a uso privativo e se encontram isoladas por meio de correntes e cadeados. No trecho da via em que estão as vagas exclusivas, não há placas de sinalização indicando o estacionamento rotativo. Isso ocorre apenas nas poucas vagas existentes que se encontram no início e no fim da área exclusiva.

Populares que trabalham na região confirmam que as vagas são de domínio público e que pertenceriam à Prefeitura de Niterói. Eles relatam que essa situação existe há anos e que já ouviram de funcionários da Enel que “existe um acordo amigável entre a empresa e a Prefeitura para o uso privado das vagas”.

Por meio de nota, A Enel informou que tem autorização da Prefeitura de Niterói, por meio da portaria 32/2016, para utilizar com exclusividade as vagas do entorno do prédio da sede, em São Domingos. O espaço é utilizado principalmente para veículos de serviço, uma vez que o prédio também funciona como polo operacional das equipes de Niterói.

Já a Prefeitura de Niterói, através de nota, informou que o sistema rotativo de vagas no entorno da sede da Enel é autorizado em apenas 1/3 das vagas, tendo em vista que 2/3 do estacionamento é de uso público, de acordo com determinação do Urbanismo.

“É importante ressaltar que não houve aumento do número de vagas no local”, conclui a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =