ARARUAMA: Asfalto esperado há 58 anos chega a Ponte dos Leites

Desde a extinção da antiga Estrada de Ferro Maricá, após o asfaltamento da atual Rodovia RJ-106, fatos ocorridos na década de 60, a população e os turistas pleiteavam o asfaltamento da estrada ligando a Praia do Hospício aos bairros do Areal e à antiga estação ferroviária de Ponte dos Leites, mas só agora esta etapa está sendo concluída.

A antiga estrada, hoje denominada Avenida Prefeito Antônio Raposo, chegou a ganhar um trecho de um quilômetro asfaltado, mas passadas três ou quatro administrações municipais, a poeira ou a lama continuaram reinando no trecho final de um km levando, inclusive, veranistas como Neuza Amaral, “Os Trapalhões” e até o criador do Sedex, o baiano Rocha Lima, a desistirem de usar suas casas de temporada. Caiu, também, o movimento na “Casa Abel”, mantida pelo Instituto Abel de Niterói, mesmo tendo sido asfaltada na gestão de Altevir Barreto,a via litorânea que começa na RJ-104 e vai até ao hotel.

A obra em execução na gestão da prefeita Lívia Belo, mas conhecida como Lívia do Chiquinho é uma esperança de restauração dos tempos gloriosos dos dois bairros, que chegaram a contar com uma escola de samba e centro de diversão para a criançada e adolescentes.
Agora os moradores esperam que a remodelação viária se complete com o asfaltamento da pequena estrada ligando a Av. Antônio Raposo ao bairro Viaduto, que tem uma passagem subterrânea na RJ-106, no sentido da Praça da Bandeira, que se comunica com a rodovia entre o viaduto de entrada para Araruama, até se encontrar com a Via Lagos, evitando passagens no movimentado centro da cidade. Também há esperança de que o asfalto prossiga entre Ponte dos Leites e a estrada de acesso à Praia Seca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *