Após rebaixamento, Botafogo demite Eduardo Barroca

Está encerrada a segunda passagem de Eduardo Barroca pelo Botafogo. O treinador não resistiu à derrota por 1×0 para o Sport, ontem (5), no Estádio Nilton Santos, que sacramentou o terceiro rebaixamento do alvinegro à Série B do Campeonato Brasileiro.

Em pronunciamento realizado hoje (6) pelas redes sociais, o novo diretor de futebol, Eduardo Freeland, também confirmou as saídas do auxiliar técnico Felipe Lucena, do preparador físico Anderson Gomes e do gerente de futebol Túlio Lustosa.

“Estamos comunicando a todos a saída do treinador Eduardo Barroca do comando da equipe técnica, do auxiliar Felipe Lucena, do preparador físico Anderson Gomes e também do gerente Túlio Lustosa. Agradecemos a eles a dedicação. Estive com eles durante estes últimos dez dias e era nítida a entrega e o envolvimento de todos no trabalho, mas obviamente temos que considerar todos os fatores que nos levaram a essa decisão”, afirmou Freeland.

Desde que retornou ao clube para substituir o argentino Ramon Diaz, que nem estreou, Barroca teve uma vitória, em 12 jogos disputados. Nas outras partidas, os alvinegros perderam dez e empataram uma. O aproveitamento foi de apenas 11%.

Faltando apenas quatro rodadas para o final do Brasileirão, o auxiliar técnico Lúcio Flávio comandará a equipe de forma interina. Enquanto isso, o Botafogo, sob a batuta de Freeland e do presidente Durcésio Melo, traçam o planejamento para a disputa da segunda divisão, ainda neste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =