Após quatro dias desaparecida, moradora do Preventório volta para casa

Fim da angústia para a família de Sandra Santos. Após ficar quatro dias desaparecida, a idosa de 61 anos chegou em casa na manhã desta quarta-feira (17) e está bem. Desde o último sábado, familiares estavam em busca de pistas sobre o paradeiro dela. O filho, Diego Azeredo, chegou a registrar o caso na Polícia Civil.

De acordo com Diego, Sandra alegou ter ido passar alguns dias na casa de uma amiga, sem, no entanto, revelar quem seria essa amiga ou o lugar onde estava. Além disso, o filho disse que a mãe relatou “não ter conseguido passagem para voltar antes” e que o lugar onde estava não tinha sinal telefônico.

Nesse meio tempo, o filho tinha conseguido descobrir uma possível pista de onde a mãe estaria. Após, na terça-feira (16), algumas redes sociais dela ficarem online, Diego descobriu que a localização do aparelho apontava para o Parque Olímpico Shopping Center, localizado no Centro do Rio de Janeiro, próximo à sede do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

No entanto, a idosa ainda não tinha se comunicado com a família. Na manhã desta quarta-feira, Diego esteve na sede da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG). O caso vinha sendo investigado pelo Setor de Descoberta de Paradeiros (SDP) da especializada.

Recordando

Sandra é moradora da comunidade do Preventório, em Charitas, Zona Sul de Niterói. Ela saiu de casa na manhã de sábado, por volta das 6h, sem dizer aonde iria. O filho dela suspeita de um encontro marcado via aplicativo de relacionamento. Quem avisou Diego do desaparecimento foi o pai dele, ex-marido de Sandra, que mora em um imóvel no mesmo terreno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + quatro =