Após morte de Pivete, policiamento é reforçado no Pita e região

Nesta quinta-feira (9), o dia amanheceu tenso em regiões como Pita, Barro Vermelho e Engenho Pequeno, onde ficam as comunidades da Coreia e Zumbi, que eram dominadas pelo traficante Leilson Ferreira Fernandes, o Pivete. O criminoso morreu na noite de quarta-feira (8), durante troca de tiros com policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo), em uma rua no bairro do Engenho Pequeno.

De acordo com o comandante do batalhão, tenente-coronel Aristheu de Góes, o policiamento foi reforçado na região, com o objetivo de evitar práticas criminosas como o toque de recolher e fechamento de comércios, em luto forçado pela morte do traficante. Ainda de acordo com o comandante, o batalhão está monitorando a área para evitar esse tipo de situação. Até o final da manhã desta quinta, não havia denúncias do tipo.

DJ está entre os mortos

Além de Pivete, o DJ Jeffinho da China, que costumava ser uma das principais atrações o baile organizado pelo traficante na Rua da Feira, está entre os mortos na ação policial. De acordo com informações da polícia, ele estava no imóvel ao lado de Pivete e seus comparsas e teria resistido à abordagem feita pelos agentes. O “Baile da China” ganhou notoriedade durante a pandemia da Covid-19 por realizar eventos ignorando as medidas de distanciamento social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =