Após homicídio, polícia faz diligência em motel

Horas após o atentado que vitimou o empresário Vitor Lacerda Castro Freire, de 31 anos, em um motel na região central de Niterói, a Polícia Civil já trabalha na investigação do crime. Ainda na manhã desta quinta-feira (13), uma equipe da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG) foi ao estabelecimento em diligência para buscar elementos que ajudem a elucidar o crime.

Entre os itens necessários para a investigação estão, por exemplo, imagens de câmeras de segurança e depoimento de possíveis testemunhas. Segundo relatos iniciais de conhecidos da vítima, ele e a mulher que o acompanhava não teriam relacionamento fixo, mas seriam “ficantes”, ou seja, esporadicamente se encontravam para sair.

O casal foi atacado a tiros, na madrugada desta quinta-feira, na entrada de um motel, localizado no bairro de São Lourenço, região central de Niterói. As vítimas estavam em um carro. O homem, que estava ao volante, morreu no local. A moça, que estava no banco do carona, também foi atingida, no ombro e mão direitos e na cabeça, e socorrida ao Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL). Ela está em estado grave, passando por cirurgia.

Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, testemunhas afirmaram que o casal, pouco após as 5h, estava entrando no motel e recebeu, da recepcionista, a chave de um quarto. No momento em que o carro onde as vítimas estavam passava pela cancela, um homem encapuzado desembarcou de outro automóvel e fez vários disparos do lado do motorista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 19 =