Após deixar o Flu, Autuori assume time na Bulgária

Após deixar o cargo de diretor de futebol do Fluminense, Paulo Autuori voltará a dirigir um time de futebol. O novo desafio do treinador será na Bulgária, no comando do Ludogorets, que anunciou sua chegada nesta quarta-feira. Desta forma, o brasileiro assumirá o posto do então técnico do time Dimitar Dimitrov.

“É uma honra para mim estar aqui e fazer parte deste ambicioso projeto para dar continuidade ao desenvolvimento do Ludogorets”, afirmou o comandante. “Na minha carreira de 43 anos, aprendi que tudo pode acontecer. Eu sei que quero estar nessa posição. Passei os últimos tempos como head manager no Brasil e sempre trabalhei em bons projetos. Eu quero que o time cresça e seja bem sucedido. Eu já tenho uma equipe selecionada para trabalhar, e eu e Metodi Tomanov iremos cooperar um com o outro. Estou feliz por estar neste país e fazer parte deste time”, completou.

Autuori está há um ano sem comandar uma equipe, já que deixou o banco de reservas do Atlético-PR em maio de 2017, ao classificar o Furacão para o mata-mata da Copa Libertadores. Iniciando carreira em 1974, na Portuguesa-RJ, acumula passagens por vários times brasileiros, dentre os quais obteve maior êxito no Botafogo, conquistando o Brasileirão 1995, no Cruzeiro, onde foi campeão da Libertadores 1997, e no São Paulo, levantando o troféu da Libertadores 2005 e do Mundial de Clubes da Fifa, no mesmo ano.

Fora do Brasil, o técnico de 61 anos de idade já passou por diversos campeonatos do mundo. Esteve em times do Japão, Peru, Qatar, e até pelas seleções nacionais dos últimos dois países citados. Na Europa, trabalhou apenas em Portugal, dirigindo Benfica, Vitória de Guimarães e Marítimo.
No Ludogorets, Paulo Autuori será treinador de um elenco repleto de brasileiros. São eles: goleiro Renan (ex-Botafogo); o lateral Cicinho (ex-Santos); o zagueiro Rafael Forster (ex-Inter); os meias Nataniel (ex-Atlético-PR), Gustavo Campanharo (ex-Juventude), Lucas Sasha (ex-Barueri) e Wanderson (ex-Portuguesa); e os atacantes João Paulo (ex-ABC) e Marcelinho (ex-Bragantino).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 10 =