Aplicativo irá integrar polícia e população

Wellington Serrano –

Com o objetivo de apresentar o novo sistema de monitoramento de segurança em Pendotiba, na Região Oceânica de Niterói, chamado de Guardião, a ONG ViverBem organizou o I Encontro de Integração da Polícia Militar com os moradores. A reunião aconteceu no Country Club e abordou o diagnóstico da área de policiamento da 4ª Companhia do 12º BPM (Niterói), monitoramento da região, canais de comunicação e a união pública e privada.

Estiveram presente ao evento o comandante do batalhão de Niterói, tenente-coronel Márcio Guimarães; o responsável pela 4ª Cia, capitão Maurício, o presidente da ViverBem, Felipe Almeida, moradores da localidade, entre outras autoridades. De acordo com Almeida, um dos objetivos do projeto é aproximação dos órgãos públicos da população.

“A reunião promoveu a integração entre os moradores, Polícia Militar e nós. Essa parceria com a comunidade é fundamental, a nossa tecnologia não funciona sem esse conjunto. O sistema guardião que estamos lançando só funcionará com a participação de todos. Além de esclarecer assuntos relacionadas ao trabalho desempenhado da Polícia Militar, é uma engrenagem que vai trabalhar com as forças policiais e a comunidade, e essa interação é muito importante”, afirmou Almeida.

Ele esclareceu detalhes do sistema de monitoramento. “Deixo claro que o sistema não é um aplicativo comercial, caso contrário venderíamos para todos. Como posso conceder acesso às pessoas que não conheço? Fazemos questão de estar presente, conhecer cada um que acessará para ajudar seu vizinho ou próximo. Ninguém visualizará se não estiver integrado ao seu bairro”, finalizou o presidente da ViverBem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + seis =