Apesar de greve, postos do Detran funcionam normalmente na região

Wellington Serrano –

Apesar da greve dos funcionários da empresa terceirizada Prol, que presta serviços ao Detran, os motoristas que procuraram atendimentos ontem nos postos de Niterói e São Gonçalo enfrentaram dificuldades devido à lotação, mas tiveram o serviço realizado.

Alguns postos de vistoria do Detran não abriram ontem e seis funcionaram parcialmente, entre eles Guadalupe Shopping, Itaguaí, Madureira, Penha, Teresópolis e Vaz Lobo. A equipe de reportagem de A TRIBUNA esteve na filial de Neves, em São Gonçalo, e não encontrou motorista que tenha reagendado serviço vindo de locais onde o posto esteja fechado.

O técnico de telefonia Constantino Júnior disse que foi difícil agendar vaga para a vistoria. “Estava há mais de um mês tentando agendar a vistoria do meu carro para trabalhar e agora que consegui. Moro em São Gonçalo e ficou perto, no entanto, tenho amigos do interior do Rio que, devido a essa greve, estão tendo que agendar por aqui. Alguns não têm condições de sair de tão longe”, lamentou.

Na Rua Dona Feira, em frente ao posto, a fila interminável de carros continuava até a Rua José Augusto Pereira dos Santos, estendendo-se até mesmo para a Oliveira Botelho. O tempo de espera foi muito grande e a movimentação intensa. A falta de ordenamento urbano no trecho atrapalhava o trânsito no perímetro o que irritou muitos condutores.

Em outros municípios, outros sete postos estavam fechados: Angra dos Reis, Barra do Piraí, Valença, Petrópolis e Volta Redonda. O Detran esclareceu que a empresa Prol estava com alguns débitos no pagamento de obrigações trabalhistas de seus funcionários. Em função deste problema, o departamento não pôde efetuar o pagamento pela prestação de serviços. Como a Prol quitou os débitos com os seus empregados, o Detran pôde voltar a pagar a empresa.

“Os salários dos funcionários da empresa terceirizada estão sendo regularizados e todos os postos voltarão a funcionar integralmente amanhã (hoje)”, afirmou em nota. O Detran informou também que os usuários que não conseguiram realizar os serviços podem retornar aos postos em até cinco dias após a normalização dos serviços, sem necessidade de agendamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 4 =