Anvisa determina deportação de argentinos, mas atletas vão para jogo nas Eliminatórias

Quatro atletas deveriam sair do Brasil no jogo marcado para às 16 horas, mas vão para a partida que será realizada em São Paulo

Uma notícia mexeu com o futebol neste domingo (5) e pode causar atritos entre Brasil e Argentina. Segundo informação do jornalista Diego Garcia, do Uol, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que quatro argentinos que, segundo o órgão, mentiram para entrar no Brasil sejam deportados. Dos quatro, três estão relacionados para enfrentar a seleção brasileira neste domingo, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, marcado no estádio na Neo Química Arena, em São Paulo.

A entrada no Brasil dos jogadores argentinos Emiliano Martínez e Buendía (Aston Villa) e Cristian Romero e Lo Celso (Tottenham) foi considerada irregular pela Anvisa, que já notificou a Polícia Federal, ainda de acordo com a informação publicada pelo jornalista. Apesar do pedido, os nomes de Martines, Lo Celso e Romero serão titulares constavam na relação para a partida de logo mais, às 16 horas.

Através de nota, a entidade confirmou a informação

“A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”, avisou a agência em comunicado.

O problema começou quando Lo Celso, Romero, Martínez e Buendía não informaram às autoridades sanitárias brasileiras que estiveram na Inglaterra no último final de semana. Romero e Lo Celso não saíram do banco no jogo do Tottenham contra o Watford. Mas Martínez e Buendía jogaram no empate do Aston Villa contra o Brentford. Inclusive, Buendía inclusive marcou o gol do Villa. A determinação é que a polícia faça uma diligência no hotel da Argentina, retire os quatro da concentração e os leve ao aeroporto. Lá, ficarão em uma área segregada até o embarque do resto da equipe após a partida.

A reportagem informa que, procurada, a Associação de Futebol Argentino (AFA) limitou-se a dizer que o tema já está finalizado e que está tudo em ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − cinco =