Antonio Claudio é eleito retor da UFF em disputa acirrada

Wellington Serrano –

O professor Antônio Cláudio, da Chapa 1 “Juntos pela UFF”, é o novo reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF) para o quadriênio 2018-2022. O resultado foi divulgado pela Comissão Especial Eleitoral (CEE), na noite desta quinta-feira (17), no ginásio da Faculdade de Direito. O vice-reitor da chapa eleita é o professor Fábio Passos diretor da Escola de Engenharia.

A chapa vencedora obteve 51.24% da pontuação correspondente aos votos válidos de cada segmento – professores, servidores técnico-administrativos e estudantes –, contra 48,76% da Chapa 2 “Nossa UFF” composta pelos professores Roberto Salles e Wainer.

Foram 1.502 votos de professores, 986 de técnico-administrativos e 6.307 de alunos para Antônio Cláudio e Fábio contra 845 votos de professores, 1.785 de técnico-administrativos e 2.706 de alunos para Roberto Salles e Wainer. Brancos e Nulos houve 305 dos alunos, 140 dos docentes e 98 dos técnicos.

Segundo Antônio Cláudio, a vitória representa um momento de alegria e mudança na direção da Universidade. “Vamos todos juntos. Obrigado pela confiança. Somos uma Universidade que quer a mesma coisa: uma UFF cada vez melhor e com relevância social”, comemorou Antônio Cláudio.

Presente na apuração, o professor e deputado federal Waldeck Carneiro (PT), disse que depois da eleição disputada agora é hora de enfrentar os desafios que são enormes. “Vamos lutar contra o desmonte que o governo golpista pratica contra o Parque Cientifico Nacional. Agora os candidatos vencedores se organizarão para fazer uma gestão dialógica, participativa, democrática e unificando a Universidade em busca do fortalecimento do ensino, da pesquisa, extensão, da relação com Estado do Rio de Janeiro e Niterói. Em fim, é uma página da democracia na UFF”, afirmou Waldeck.

Para o presidente da CEE, professor João Evangelista, apesar de cansativo, trabalhar para a universidade foi muito gratificante. “Quero parabenizar toda equipe da comissão que colaborou com isonomia, responsabilidade, imparcialidade. Chegamos ao fim da eleição e não tivemos nenhum problema, tudo ocorreu da melhor forma possível”, ressaltou.

O professor Roberto Salles na oportunidade agradeceu aos amigos, guerreiros e guerreiras que acreditaram em uma UFF melhor e mais humana. “Quero agradecer a cada um de vocês que acreditaram no nosso propósito. Muito obrigado de coração pelo apoio de todos”, concluiu Salles.

APURAÇÃO
A contagem dos votos aconteceu nesta quinta, durante todo o dia, e para a apuração foram usadas dez mesas cada uma com seis pessoas: dois escrutinadores de cada chapa e dois fiscais representantes de cada chapa. A apuração aconteceu na quadra esportiva da Faculdade de Direito, no Ingá, e todo o processo aconteceu pacificamente, além de ser sido registrado através de filmagem sem cortes. O local foi fechado ao público que só pode ficar na arquibancada acompanhando o processo. Muitos seguranças fizeram a guarda do espaço para que tudo ocorresse em ordem.

“Temos um sistema de lacres numerados que foram conferidos antes da abertura das urnas. Ao término da conferência da urna foi feita uma ata para registrar as quantidades dos votos. As atas passam pela Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) para lançamento no sistema da comissão”, explicou o presidente da Comissão Especial Eleitoral (CEE) da UFF, João Evangelista. Durante a manhã, o candidato da Chapa 2 Roberto Salles esteve na quadra acompanhando a apuração mas optou por não falar com a imprensa antes de saber o resultado. Já o oponente, Antônio Cláudio da Chapa 1 não esteve no local.

No primeiro turno, Antônio Claudio obteve 46,50% dos votos, contra 45,10% de Roberto Salles e 8,51% de Sérgio Mendonça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =