Antigo galpão do Ceasa poderá ser doado para ampliação do Mercado Municipal

Após encontro do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, com o governador Wilson Witzel, no Palácio Guanabara, foi reforçado o interesse da administração municipal no antigo Ceasa, para expansão do Mercado Municipal Feliciano Sodré. Se for cedido pelo Governo do Estado serão construídos no local uma fazenda urbana, um Biergarten e o estacionamento, de acordo com nota da prefeitura. Enquanto as negociações estão sendo feitas as obras do mercadão estão sendo feitas na parte interna e no pátio externo atrás do galpão.

Há muitos anos o antigo Ceasa está abandonado pelo poder público e virou moradia de dezenas de famílias. Crianças e animais de estimação se misturam com usuários de drogas que frequentam o espaço que não tem nenhum tipo de vigilância. A Prefeitura de Niterói informou que as esferas municipal e estadual estão discutindo uma parceria para a cessão definitiva do imóvel para o município. Se a doação for feita o projeto do Mercado Municipal será implementado com a permissão de parada para carros e um local onde se comercializa cerveja na área externa.

Já dentro do grande mercado, que está cercado por tapumes, segundo nota da administração municipal, nessa etapa serão concluídas todas as intervenções no edifício, desde a demolição de elementos que serão trocados até toda construção complementar, novos espaços, reforço estrutural, fechamentos e anexos. Além disso será acrescida ao terreno a área livre atrás do edifício. A obra acontecerá em duas fases e terá investimento de R$ 65 milhões através de Parceria Público Privada (PPP) da administração municipal Prefeitura de Niterói com o consórcio vencedor da licitação.

A Prefeitura de Niterói informou que a previsão de conclusão da primeira parte das obras e abertura do mercado é para o segundo semestre de 2020. O investimento do consórcio será de R$ 69 milhões em três anos, sendo R$ 30 milhões na reforma do atual prédio. A área tem cerca de 9.700 metros quadrados, destes, 3.662 metros quadrados pertencem ao prédio do Mercado Municipal, que foi construído entre 1927 e 1930. Desativado em 1976, o imóvel passou a abrigar o Depósito Público Estadual a partir da década de 1980. Sua infraestrutura compõe o conjunto arquitetônico da Região Portuária de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *