Antiga loja de móveis vira palco de crimes

Um galpão abandonado se tornou palco de diferentes tipos de crimes, na Rua Manoel Pacheco de Carvalho, Centro de Niterói. O galpão, onde funcionava a antiga unidade do shopping de móveis Rio Decor, está em completo estado de abandono.

Com as grades arrancadas e portas abertas, a antiga loja é utilizada por usuários de drogas, além de ser alvo de furtos de cabos de telefone e energia, além de estruturas metálicas. Um homicídio também já aconteceu no entorno do imóvel.

No dia 27 de dezembro de 2020, uma moradora de rua, identificada apenas como Luana, foi morta com uma facada em frente ao galpão. A suspeita do crime, uma mulher de 32 anos, foi presa horas depois. De acordo com informações da polícia, a vítima estava no local usando drogas com outros moradores de rua, quando um desentendimento teria acontecido.

No dia 5, um idoso de 62 anos foi preso em flagrante, por agentes do Niterói Presente, enquanto tentava furtar estruturas metálicas do prédio. Ele foi conduzido à 76ª DP (Niterói), onde foi descoberto que ele possuía outras cinco anotações criminais por furto.

Um dos crimes mais praticados no local são furtos de cabos e fios. Em um dos casos, no dia 1º de outubro de 2020, quatro homens foram presos em flagrante, por policiais militares do 12ª BPM (Niterói), enquanto tentavam levar materiais do tipo, que estavam no local. O caso foi registrado também na 76ª DP.

De acordo com o Comando do 12ºBPM (Niterói), o policiamento na região vem sendo realizado normalmente. Procurada para falar sobre o abandono do imóvel, a Prefeitura de Niterói não havia respondido até o fechamento desta matéria. A reportagem também procurou a Rio Decor e questionou a empresa se ela ainda é responsável pelo galpão. Também não foi enviada resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 4 =