ANP identifica gasolina com solvente em postos de São Gonçalo

Dois postos de combustível foram autuados depois que a Agência Nacional do Petróleo (ANP) detectou a comercialização de gasolina comum com solvente. Na ação, foram realizados testes em campo e também coletadas amostras dos combustíveis para realização de testes mais aprofundados (como o que detecta a presença de solventes) em laboratório credenciado pela ANP. Os postos foram autuados pela Agência e estão sujeitos a multas que podem chegar a R$ 5 milhões.

Os dois postos, que estão localizados nos bairros Raul Veiga e Zé Garoto, também tiveram a gasolina reprovada em outros três quesitos: apresentar resíduos, teor de enxofre e ponto final de ebulição acima das especificações da ANP.

Um terceiro posto, localizado no bairro Coelho, também foi reprovado no teste do laboratório por comercializar gasolina com aspecto heterogêneo, quando a especificação determina que ela deve ser homogênea.

Além disso, outro posto, no bairro do Mutondo, foi autuado por irregularidade detectada no teste de campo: comercializar gasolina C comum com 34% de etanol anidro, sendo que o determinado pela legislação é 27%.

As sanções são aplicadas somente após processo administrativo, durante o qual o agente econômico tem direito à ampla defesa e ao contraditório, conforme definido em lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 5 =