Ano será de atenção às contas, diz prefeito

Anderson Carvalho

Investimentos em segurança, mobilidade, educação e saúde estão entre as prioridades da Prefeitura de Niterói este ano. O prefeito Rodrigo Neves apresentou ontem as metas do governo em discurso na abertura dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal. Afirmou que o primeiro semestre será de economia, cortando os gastos desnecessários do governo. Encaminhou à Casa três mensagens executivas, entre elas a que garante pagamento de auxílio de R$ 3,5 mil aos policiais militares que atuam na cidade.

“Temos uma situação de não pagamento do 13º salário aos policiais militares e o atraso nos salários. Apesar do quadro fiscal municipal que inspira atenção, estou enviando mensagem-executiva em regime de urgência para garantir o pagamento de gratificação de R$ 3,5 mil em fevereiro para todos os policiais militares que atuam em Niterói. A gratificação por desempenho e o auxílio uniforme da Guarda, embora editados por decreto, serão referendadas por projeto de lei, também encaminhado hoje à Casa”, disse o prefeito.

O chefe do Poder Executivo também encaminhou outras duas mensagens, relativas à Guarda Municipal. Uma inclui a corporação no programa de metas Niterói Mais Segura. “Instituir por lei o auxílio fardamento de nossa corporação. Fiz isso por decreto. Quero garantir a perenidade deste direito. Estamos em pleno desenvolvimento de uso de armas de fogo. Inicialmente 30 guardas serão selecionados e treinados em pontos restritos. Pelo perfil socioeconômico e cultural, estou convicto que poderemos transformar a nossa guarda em policiamento ostensivo e comunitário, como em Curitiba e Florianópolis. Realizaremos este semestre plebiscito para o armamento de toda a Guarda Municipal”, afirmou Neves.

Reafirmou que este primeiro semestre vai inaugurar o Túnel Charitas-Cafubá; o Mergulhão Vereador José Vicente Filho, na Praça Renascença, e nas próximas semanas, a garagem subterrânea de Charitas e programas de educação para o trânsito. Pediu ainda aos parlamentares a aprovação de mensagens já apresentadas na Câmara, como aperfeiçoamento das Parcerias Público-Privadas, auditoria interna da prefeitura e outorga onerosa do Centro. Na saúde, prometeu implantar nova Maternidade Alzira Reis, em Charitas e uma nova unidade de atendimento psiquiátrico, além de reformar as unidades de saúde já existentes. Na educação, prometeu construir mais escolas e meio passe universitário para os estudantes de famílias pobres.

Comissões
Os vereadores terão nova reunião hoje, pouco antes da sessão plenária, que começa às 17 horas, para discutir o comando das 16 comissões permanentes. Além de Leonardo Giordano (PC do B) na de Cultura, Rodrigo Farah (PMDB) está cotado para continuar presidindo a de Constituição e Justiça e Redação Final; Beto da Pipa (PMDB), a de Urbanismo, e Betinho, a de Fundações e Autarquias. Carlos Macedo (PRP) deverá voltar a presidir a de Fiscalização Financeira. Paulo Henrique (PPS) disse ontem que não pretende mais comandar a de Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezesseis =