Amor e cuidados aos bichinhos de 4 patas

Mesmo com o aumento dos números de cães e gatos abandonados na cidade de Niterói, existem pessoas, ou melhor anjos, que disponibilizam seu tempo e seus recursos para resgatar e ajudar os animais de rua. Existem muitas associações, ongs e protetores de animais, estão espalhados pela cidade defendendo e buscando os direitos desses bichinhos.

Uma dessas instituições é a Associação Casa do Cão e Gato (ACCG), que é um abrigo de animais localizado no Morro do Castro, divisa entre Niterói e São Gonçalo, composta 100% por trabalho voluntário, formado por pessoas que apenas deseja ajudar os animais sem esperam nada em troca.

O objetivo da ACCG é resgatar, a reabilitar e colocar esses animais em lares responsáveis e amorosos. A Casa do Cão e Gato participa, semanalmente, de feiras de adoção na cidade de Niterói. No momento, eles possuem 100 animais entre cães e gatos, todos são castrados, vacinados e vermifugados, e estão disponíveis para adoção.

Ana Camille, conhecia o abrigo por meio das redes sociais, e sempre colaborava, até que um dia se apaixonou por uma cadelinha, e resolveu adotá-la. Voluntária desde julho do ano passado, e conta que a maior necessidade hoje, são de pessoas que possam ajudar.

“Precisamos de pessoas que estejam dispostas a colocar a mão na massa, doando seu tempo, sua disposição e amor. Necessitamos de voluntários que queiram assumir a ACCG como sua, assim como nós assumimos”, pontua a voluntária.

No atual momento o trabalho da ong acontece de forma presencial e virtualmente. Antes da pandemia, as feiras de adoção e lojinha eram feitas todos os sábados e, ainda, uma visitação ao abrigo por mês. Durante o pico da pandemia as feiras não estavam acontecendo, no momento, as atividades foram retomadas.

“Hoje possuímos voluntários responsáveis por obras, lojinha, parcerias, padrinhos, voluntários, controle financeiro, gestão do abrigo, mídias sociais e afim. Graças à dedicação dessas pessoas é que o abrigo se mantém firme e forte mesmo em tempos tão difíceis”, acrescentou Ana.

Os animais abrigados na Associação Casa do Cão e Gato, (@casadocaoegato) não precisam apenas de adoção, mas também de outras formas de ajuda, como doação de remédios, rações ou até mesmo ajuda financeira. Além disso, é possível ajudar tornando-se voluntário ou apadrinhado um animal.

Apadrinhamento

O programa de apadrinhamento da ACCG funciona da seguinte forma: a pessoa responsável em apadrinhar ou amadrinhar, escolhe um animalzinho para ser o seu afilhado e também escolhe o valor a doar por mês. A quantia doada será usada para arcar com os gastos referentes à alimentação, medicação e quaisquer outras necessidades do pet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.