Alunos e funcionários da UFF fazem ato contra corte de verbas em Niterói

Alunos e funcionários da Universidade Federal Fluminense (UFF) realizaram uma manifestação contra o corte de verbas da universidade por parte do Ministério da Educação, no início da noite desta quarta-feira (19). Organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFF (Sintuff), o ato contou com cerca de 200 pessoas que caminharam da Praça da Cantareira, em São Domingos, até a Praça Arariboia, no Centro da cidade.

De acordo com Pedro Rosa, coordenador administrativo do sindicato, o ato de ontem funcionou como um “esquenta” para uma manifestação maior que será feita no próximo dia 29, na Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade. “Devido aso cortes de verbas, várias universidade já afirmaram que tem verba para funcionar até julho. Assim o movimento fez esse protesto na rua, mesmo no meio da pandemia porque, quando o povo tem que ir para rua no meio da pandemia é porque o governo é pior do que o vírus”, declarou.

Ele conta que a manifestação agendada para o próximo dia 29 será feita ao mesmo tempo em todo o Brasil e, além dos estudantes, professores e técnicos da UFF, estarão se mobilizando outras categorias como movimentos negros e categorias profissionais. “Nós, das universidades, marcaremos presença junto com um comitê nacional de lutas”, disse

Na última semana, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) anunciaram a possibilidade de fechamento por falta de repasse de verba federal no início do segundo semestre deste ano. Segundo o professor Antônio Cláudio Lucas da Nóbrega, reitor da UFF, a universidade teve um corte de R$ 32.9 milhões e um bloqueio orçamentário de R$ 23 milhões.

Segundo ele, haverá uma redução muito grave que ameaça a interrupção de boa parte dos serviços prestados pela UFF, bem como o pagamento de contratos essenciais, energia, água, limpeza, manutenções básicas, etc. Mesmo com a aprovação de orçamento suplementar pelo congresso conforme prevê a Lei Orçamentária Anual (LOA), ainda assim os recursos serão insuficientes para chegar até o final do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − dois =