Alunos do Henrique Lage voltam a protestar

A insatisfação de alunos da rede estadual de ensino continua. Depois da ocupação do Colégio Estadual Brigadeiro Castrioto, em São Lourenço, desta vez foram os estudantes da Escola Técnica Henrique Lage, no Barreto, que saíram às ruas para protestar. A manifestação reuniu cerca de 300 alunos na manhã de terça-feira (14). Eles se aglomeraram em frente à escola e saíram pelas ruas do bairro chamando a atenção da população para os problemas que atingem a unidade. Os cartazes eram claros e anunciavam o motivo do protesto. Neles os alunos reivindicavam uma melhoria nas instalações da escola, denunciavam a falta de merenda escolar, falta de funcionários e ainda lembraram da situação pela qual passam os profissionais de educação. Outra reclamação dos alunos é o atraso no início do ano letivo, que deveria ter começado desde o início de fevereiro, hoje a previsão é de que as aulas sejam retomadas no próximo dia 20, o que deixa os estudantes temerosos de que mais uma vez a escola não inicie o calendário escolar.

“Estamos revoltados com a situação da nossa escola. Não começam o ano letivo, não temos merenda, falta funcionários e os professores sem receber. Temos medo que as aulas mais uma vez não comecem”, relatou uma estudante que não quis se identificar.

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), que administra a instituição, informou em nota que está negociando contratos e trabalhando para regularizar os serviços essenciais para o bom funcionamento das unidades. Quanto ao retorno das aulas, os contratos existentes também estão sendo reavaliados para que as escolas possam voltar a funcionar o quanto antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =