Alunos da rede estadual de educação com roupa nova em 2020

O Ciep 021 – General Osório, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, está vibrando com a conquista dos alunos José Nascimento da Silva, Kellytha Benjamim dos Santos e Vitor de Moraes Paiva. A partir do próximo ano, a arte desses estudantes será estampada no novo uniforme escolar de toda a rede estadual de ensino. Foram 9.719 curtidas que levaram o trio à vitória, representando cerca de 23% do total de votos nos desenhos propostos.

De 2 a 10 de setembro, as 15 ideias mais criativas, uma por Diretoria Regional, relacionadas ao tema “Juventudes pela Paz nas escolas”, passaram por um processo de votação para a escolha dos uniformes, na página oficial da Seeduc no Facebook. As camisas com o novo modelo serão distribuídas gratuitamente aos alunos em 2020.

O secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, ressaltou a importância da participação dos alunos no processo de confecção e seleção dos novos uniformes.

“Serão mais de 2 milhões de uniformes escolares distribuídos com a logo escolhida. Há mais de 10 anos, a Secretaria não fazia essa distribuição. Nossa proposta de envolver os estudantes foi uma forma de incentivar o protagonismo e valorizar a criatividade, a participação cidadã e democrática. É essencial que os jovens utilizem um uniforme em que se sintam à vontade, que participaram da elaboração e, também, que tenha a “cara” deles”, declarou Pedro Fernandes.

20 comentários em “Alunos da rede estadual de educação com roupa nova em 2020

  • 17 de janeiro de 2020 em 18:03
    Permalink

    Horrível, como vamos sobreviver no calor com essa blusa!!!!!!

    Resposta
    • 22 de janeiro de 2020 em 19:25
      Permalink

      Vamos sofrer nesse calor com essa blusa, horrível, melhor deixar a que já estava.

      Resposta
      • 2 de fevereiro de 2020 em 13:08
        Permalink

        Pode crer!
        Existe uma lei federal que diz que o uniforme tem ser confeccionado com material de acordo com o clima da região.
        E tem que ser com valor que todos possam comprar.
        O governo vai dá, mas até quando?

        Resposta
      • 12 de fevereiro de 2020 em 15:34
        Permalink

        Concordo, ridículo!!!

        Resposta
    • 23 de janeiro de 2020 em 11:14
      Permalink

      Meu deus, não tem como gente, ela além de ser horrível, tem cara de ser quente abessa. Não iremos aguemtar. Apesar dela ser branca também, suja atoa. Não concordo com a nova mudança da camisa estadual!!!

      Resposta
    • 2 de fevereiro de 2020 em 13:11
      Permalink

      Pode crer!
      Existe uma lei federal que diz que o uniforme tem ser confeccionado com material de acordo com o clima da região.
      E tem que ser com valor que todos possam comprar.
      O governo vai dá, mas até quando?

      Resposta
    • 8 de fevereiro de 2020 em 22:15
      Permalink

      Horriiiveelllll , n queremos usar essa blusa , deixa a antiga q é bem melhor

      Resposta
  • 22 de janeiro de 2020 em 18:27
    Permalink

    Se.for na cor branca…Lascou…branco suja demais…Fora essa gola polo nesse calorzão do Rio 🤦🏾‍♀️🤦🏾‍♀️🤦🏾‍♀️

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2020 em 12:10
    Permalink

    Provavelmente ñ tem blusa só camisa, uma bosta no calor viu.. parabéns

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2020 em 15:34
    Permalink

    HORRÍVEL. Péssima escolha,tanto na cor,como na modelagem.Blusa PÓLO????Aqui é Rio de Janeiro

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2020 em 15:49
    Permalink

    Roupa CALORENTA é aí da por cima na cor branca

    Resposta
  • 29 de janeiro de 2020 em 17:51
    Permalink

    Só queria entender, por que essa “blusa nova” não tem um brasão do Brasil, cade o patriotismo ? e sem falar do tecido que essa blusa é composta.

    Resposta
    • 7 de fevereiro de 2020 em 08:50
      Permalink

      Vc sabe cantar o hino nacional inteiro? Tenho certeza que não. Então, não fale de patriotismo. Pesquise sobre o assunto. Saberá.

      Resposta
  • 4 de fevereiro de 2020 em 13:45
    Permalink

    Ta maluco? Horrível, por ser branca e também pólo, nesse calor geral vai sofrer, troca isso ae namoral

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2020 em 08:47
    Permalink

    Estão preocupados com beleza,clima e cor. Deveriam estar preocupados com o estudo. Horrível eh não vagas na rede pública de ensino. Quente eh o clima do Rio mesmo. Não quer,se mude para o Alasca. Só reclamam!!!! Povo sem futuro. Reclamam do ensino ruim,da precariedade das escolas,na falta de respeito ao estudante na condução pública. Façam algo que vale a pena. Fala sério!!!

    Resposta
    • 13 de abril de 2020 em 10:56
      Permalink

      Verdade…se tem uniforme reclama, se n tem reclamam também…ainda nem receberam o uniforme e já fazem um juízo de valor..agora se fosse a fantasia de carnaval, ninguem reclamaria..até empurrar o carrinho alegorico o fariam..kkkkkkk
      aluno teria era q comprar o uniforme, fazer concurso para entrar no ensino como era antigamente…merenda? tinha q levar ou comprar na escola…
      Essa geração nutella, além de n estudar, ainda quer tudo na mão…uns irresponsáveis!

      Resposta
  • 11 de fevereiro de 2020 em 00:01
    Permalink

    Sem condições alguma usar esse uniforme, blusa pólo é quente horrores além de ser horrível. imagina só ir para a escola 12:00hrs no calor de 38 graus com sensação térmica de 40 graus, chegando na escola sem ar-condicionado e sem água potável… Que maravinha hein

    Resposta
  • 2 de março de 2020 em 13:58
    Permalink

    Jornalistas façam uma materia sobre isso para que o povo tenha voz. A blusa é uma afronta a sociedade com gasto de dinheiro publico e totalmente inadequada. Vamos nos unir para reclamar deste absurdo e derespeito com nossas crianças. A blusa do RJ não atende aos principios basicos do regimento do MEC e também ofende a moral dos cidadãos em varios aspectos: é quente, modelo inadequado, tamanho de manequim inexistente pois ficam enormes nas crianças menores, cor branca pra manter limpa gasta-se mais produtos e ja que é pública não temos dinheiro para gastar com alvejantes. Por favor façam a matéria me coloco a disposição para participar.

    Resposta
    • 13 de abril de 2020 em 11:00
      Permalink

      “crianças” com 17 anos afrontando professor…calça é item obrigatorio e as minas de shortinho para a aula, de chinelo….escola publica deveria ser igual as militares..professores reconhecidos e respeitados..

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *