Alegria da Zona Norte é campeã em Niterói. Mocidade de Icaraí sobe para o Grupo A

Pedro Conforte –

Pelo segundo ano consecutivo, a Alegria da Zona Norte levou o troféu do Grupo A do Carnaval de Niterói. A decisão saiu nos detalhes, com diferença de apenas um décimo, o que fez o grito de ‘é campeã’ ser segurado até o último quesito. Além dela, ontem se sagraram campeãs a Mocidade de Icaraí, pelo Grupo B, e a agremiação de São Gonçalo, Galo de Ouro, no Grupo C.

A surpresa ficou estampada no rosto de Ubiratan Porcinia, ou apenas Bira Alegria, presidente da Alegria da Zona Norte. Após a apuração, ele admitiu que não esperava o bicampeonato por conta das dificuldades que enfrentou ao longo do ano.

“Papai do céu nos abençoou, mas não esperava. Pensava que ficaria entre os três primeiros. Tenho muito a agradecer, foi um Carnaval difícil, principalmente no barracão, uma situação bem difícil. Mas no final conseguimos, superamos todas as adversidades e somos campeões”, falou o presidente entre lágrimas.

A segunda colocada do Grupo A foi a Império de Arariboia, que até o final disputada a liderança, tanto com a Alegria da Zona Norte quanto com a Souza Soares, que ficou com o terceiro.

Já no Grupo B, a campeã foi contundente, nem a penalidade de um décimo foi capaz de tirar o troféu da Mocidade de Icaraí. Com mais de 1,5 ponto de diferença, a Mocidade arrebanhou o título, levando para avenida um enredo inclusivo. Karla Barcellos, ativista na luta pela conscientização do lúpus, foi escolhida para ser o enredo de 2019 da Mocidade de Icaraí. Durante a apuração não conseguiu segurar as lágrimas e agradeceu a agremiação, que deu voz aos projetos sociais de Niterói.

“O desfile foi lindo, fiquei emocionada no dia da avenida e estou agora, com a vitória. Este troféu é de todas as nossas lutas, que ganharam junto neste Carnaval”, contou.

Vinda de São Gonçalo, a Galo de Ouro levou o troféu do Grupo C ao som de gritos de ‘a campeã voltou’. “Só temos que comemorar, foi muito trabalho para chegarmos até aqui. Trabalhamos muito, em meio a dificuldades, sem dinheiro, mas no final conseguimos, agora só comemorar com este troféu”, declarou o presidente Geovane Coelho, em meio a muitas lágrimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *