Agravamento da pandemia esvazia movimento nas estradas durante o feriado

A alta de casos e óbitos provocada pelo agravamento da pandemia da covid-19 trouxe cenários atípicos ao cotidiano dos cidadãos fluminenses. No movimento nas estradas para o feriado de Páscoa não foi diferente. Rodovias estaduais e federais do Rio de Janeiro registram baixo fluxo de veículos.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está com operação especial nas estradas federais, com reforço de 60 a 80% em seus postos espalhados pelo estado. Os únicos registros de congestionamentos estão nas chegadas a Búzios e São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, mas por conta das barreiras sanitárias, montadas para controlar o fluxo de entrada nos municípios.

Nesta sexta-feira (2), que seria o dia de maior fluxo na Ponte Rio-Niterói, em um feriado normal de Páscoa, o trânsito fluiu bem, de acordo com a PRF. O cenário se repetiu nas vias de acesso à Região dos Lagos e também à Costa Verde, no sul fluminense, onde estão localizados municípios turísticos como Angra dos Reis.

A Polícia Militar (PM) informou que o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) está com o policiamento intensificado nas rodovias do Estado. Segundo a PM, por conta dos decretos municipais e estadual de restrições relativos à pandemia da covid-19, o movimento tem sido bem menor que o dos anos anteriores. Ainda assim, o BPRv segue com esquema diferenciado de atuação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =