Acusado de feminicídio no Plaza tem julgamento marcado

Está marcado o julgamento de Matheus dos Santos da Silva, acusado de feminicídio contra a jovem Vitórya Melissa Mota, na praça de alimentação do Plaza Shopping, em Niterói. O acusado será levado a júri popular no dia 6 de dezembro de 2021, às 13h. A data foi confirmada, em decisão, pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói. O julgamento será na sala de audiências da vara, no Fórum da cidade.

Matheus foi preso em flagrante no dia 2 de junho, momentos após o crime. Dois meses depois do crime, em 2 de agosto, após audiência de instrução a julgamento, a magistrada decidiu por submeter o réu ao Tribunal do Júri, após ouvir testemunhas de acusação e defesa, além de analisar provas. À reportagem de A TRIBUNA, a defesa do acusado disse “estar confiante” no julgamento.

De acordo com a Polícia Civil, a motivação do crime foi um interesse amoroso de Matheus or Vitórya, mas que não era correspondido. Os jovens eram colegas de turma em um curso de técnico de enfermagem, que faziam em uma instituição no mesmo quarteirão do shopping center. Antes da audiência de instrução, a mãe de Vitórya, Márcia Maria Mota, afirmou esperar por Justiça e deseja que Matheus pague pelo crime.

“Eu estou sofrendo muito. Estou com muita dor na alma. Eu quero que ele seja julgado e pague pelo que ele fez”, disse Márcia, que se emocionou ao recordar da filha. De acordo com a mãe, Vitórya era estudiosa, falava três idiomas e tinha o sonho de ajudar a família. De acordo com depoimentos de pessoas ligadas a Matheus, o rapaz é uma pessoa introspectiva, com dificuldades em se relacionar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + um =