Acusado de estupro contra enteada de 11 anos é preso em comunidade de São Gonçalo

Ação realizada em uma das comunidades mais perigosas de São Gonçalo, nessa terça-feira (17), terminou com a prisão de um homem foragido por estupro de vulnerável. Policiais civis da 76ª DP (Niterói) foram ao Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, para cumprir mandado de prisão preventiva. Os agentes contaram com apoio de um Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 7º BPM (São Gonçalo).

Segundo os agentes, o alvo era um homem de 41 anos de idade, acusado de abusar sexualmente da enteada. De acordo com as investigações os abusos praticados contra a criança tiveram início quando ela tinha 11 anos de idade. Na época o autor, que era o padrasto da vítima, aproveitava os momentos em que a mãe estava ausente para seduzir e abusar sexualmente da enteada, dentro da própria residência do casal, no bairro de Itaúna, em São Gonçalo.

Imagens: Polícia Civil

Com o passar do tempo os abusos se intensificaram e toda história veio à tona em 2019, quando a vítima acabou contando os abusos que sofria para o seu avô. Após trabalho de cruzamentos e sistematização de dados, os agentes da 76ª DP, apoiados pelo GAT do batalhão, incursionaram na Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, onde conseguiram localizar e prender o foragido da justiça.

Segundo informações da Polícia Civil, o mandado foi expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de São Gonçalo, com base nas investigações desenvolvidas pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de São Gonçalo. Após receber voz de prisão, o acusado será encaminhado ao sistema penitenciário onde ficará preso e à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =