Acusada de matar motorista de aplicativo é presa

Foi presa, na última terça-feira (17), uma mulher de 25 anos acusada de integrar uma quadrilha responsável por sequestrar e matar o motorista de aplicativo André Luiz da Rocha Guimarães. Contra ela foi cumprido um mandado de prisão pelo crime de latrocínio – roubo seguido de morte.

A mulher foi localizada por policiais civis da 82ª DP (Maricá) após trabalho de investigação do Setor de Inteligência da distrital. Os agentes rastrearam transferências de dinheiro feitas pelos criminosos e descobriram que os valores iam para a conta dela. A acusada é parente de membros do bando que realizou o assalto.

Segundo a 82ª DP, a mulher era a última integrante da quadrilha que faltava ser presa, uma vez que os outros autores foram mortos por traficantes da comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, por terem matado um trabalhador.

André Luiz Rocha Guimarães desapareceu durante uma corrida, no final de janeiro deste ano. O corpo dele foi localizado dias depois em uma área de mata no bairro Caxito, em Maricá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.