Acidente na RO: médico afirma que motorista estava ‘com hálito etílico’

O motorista que estava na direção do automóvel envolvido no acidente que matou três jovens, na noite de ontem (8), na Região Oceânica de Niterói, estava com hálito etílico. A informação foi confirmada pelo profissional de saúde ao delegado Fábio Barucke, titular da 81ª DP (Itaipu), que investiga as circunstâncias do caso.

Ainda de acordo com Barucke, os corpos passaram por exame de necrópsia, no Instituto Médico Legal (IML). A investigação, com base nos exames, irá apurar se o condutor estava sob efeito de bebida alcoólica. Segundo o registro de ocorrência, o motorista era o jovem Leonardo Moraes da Silva Pagani, de 19 anos.

Ele é um dos dois sobreviventes e está internado, em observação, no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). De acordo com Renato Antunes, cunhado de Leonardo, o rapaz pegou o carro da mãe, enquanto ela estava dormindo, para levar os amigos em casa, após jantarem em um restaurante de comida japonesa.

“O Leonardo foi levar eles para casa e aconteceu o acidente, que ninguém sabe como aconteceu. O carro é da mãe dele, a mãe estava dormindo, e ele saiu de casa para levar os amigos”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + dois =