Acidente na Ponte complica o trânsito em Niterói e São Gonçalo

Longos congestionamentos nas principais vias do Centro de Niterói, na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101) e na Alameda São Boaventura, foram os os reflexos causados por um acidente, na manhã de sexta-feira, na pista sentido Rio, da Ponte Rio-Niterói. O caos no fluxo de veículos começou quando dois carros colidiram na altura da Ilha do Mocanguê.

Duas faixas das pistas sentido Rio foram interditadas, por volta das 06h30m, dando início a um longo congestionamento que se estendeu para os principais acessos de quem seguia em direção à Ponte. A interdição por conta do acidente, que não teria deixado feridos graves, permaneceu até por volta das 07h30m, quando finalmente as pistas foram liberadas após a remoção dos veículos envolvidos. Porém, os transtornos permaneceram por causa do fluxo intenso de grande quantidade de veículos que seguiam em direção ao Centro do Rio. De acordo com a concessionária Ecoponte, que administra a via, o acidente teria ocorrido precisamente às 06h20m e por conta dos transtornos o tempo de travessia passava de 30 minutos, quando em média é 13 munitos com trânsito normal. Por volta das 07 horas, o congestionamento já se estendia até para bairros do município vizinho de São Gonçalo, pela BR-101.

Quem se deslocava da Região Oceânica, encontrou muitas retenções na Avenida Roberto Silveira, em Icaraí (Zona Sul), e na Avenida Marquês do Paraná, no Centro. Na Zona Norte a situação não era diferente, com os motoristas encontrando congestionamento desde a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), em Tribobó (São Gonçalo) e na chegada à Alameda São Boaventura antes mesmo dos bairros do Caramujo e Fonseca, com reflexos na Avenida Professor João Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *