Ação conjunta na Ponte marca início da Operação Rodovida

Principal ação de enfrentamento à violência no trânsito brasileiro, a operação Rodovida reúne desde 2011 as três instâncias de governo em ações simultâneas com objetivo de reduzir o número de vítimas de acidentes. Nesta sexta-feira (22), a operação terá início, às 9 horas, na praça de pedágio da Ponte Rio-Niterói, com uma blitz que contará com a participação de policiais rodoviários federais, militares, agentes do Detran, guardas municipais e concessionária EcoPonte.

São priorizadas ações integradas e simultâneas, dentro dos respectivos eixos de competência, com o intuito de somar forças no enfrentamento à violência no trânsito e na redução dos custos sociais decorrentes.

A operação seguirá até 18 de fevereiro e abrangerá o período das férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval, feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros.

A Operação Integrada Rodovida consiste em ações simultâneas de fiscalização, executadas em locais e horários pré-definidos pelas diversas instâncias de governo.

A iniciativa pretende contribuir para que o Brasil alcance a meta proposta em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU) de reduzir em 50% o número de mortes provocadas por acidentes de trânsito até 2020. A operação se baseia em estudos estatísticos que direcionam as ações de prevenção e de fiscalização para os trechos onde são registrados os maiores números de mortes e de feridos graves. Campanhas educativas também fazem parte da iniciativa.

Entre os focos estão as ultrapassagens proibidas, o excesso de velocidade, a embriaguez ao volante, o transporte de crianças e a fiscalização em motocicletas, ocorrências com altos índices de letalidade.

Mais de três milhões de motoristas no feriadão
A concessionária Ecoponte informou que estima receber cerca de dois milhões de veículos de 23 de dezembro a 2 de janeiro nos dois sentidos da Ponte Rio-Niterói. Em direção a Niterói e Região dos Lagos, a expectativa de maior fluxo é nos dias 28 e 29, quando cerca de 195 mil veículos cruzarão a via (95 mil e 100 mil, respectivamente). No sentido Rio, a previsão de alta é para os dias1° de janeiro e o dia 2, com cerca de 200 mil veículos em direção à capital fluminense (107 mil e 93 mil, respectivamente).

Já pela BR 101 é esperado o fluxo de mais de 1,1 milhão de veículos entre hoje e 2 de janeiro. A maior concentração de veículos deve acontecer no trecho de 30 quilômetros entre as cidades de Niterói e Itaboraí. Outros pontos como Tanguá, Rio Bonito, Casimiro de Abreu e Campos dos Goytacazes têm previsão de fluxo intenso de veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 1 =