Ação conjunta da polícia deixa saldo de 12 mortos no Rio

Uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Rodoviária Federal deixou 12 mortos na noite de ontem, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio. De acordo com as polícias, os homens foram mortos em confronto com policiais.

As mortes ocorreram quando a polícia interceptou um comboio de quatro carros que transportavam suspeitos de integrar uma milícia, em um acesso à Rodovia Rio-Santos (BR-101), próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal. Durante a tentativa de abordagem, segundo a Polícia Civil, os criminosos reagiram atirando contra os policiais. Pelo menos oito fuzis, além de pistolas e munições, foram apreendidos. Entre os mortos está um ex-policial conhecido como Cabo Benê, ex-PM ligado ao grupo do miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko.

O local onde a força-tarefa surpreendeu o comboio fica em uma rota usada há três anos pelos paramilitares para fugir das forças de segurança. O grupo era monitorado havia 15 dias e, nesta quinta-feira foi abordado pelos agentes.Um policial foi ferido sem gravidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.