Acabou o amor entre Marcos Braz e Paulo Sousa

Não deu para comemorar a vitória na Libertadores, de 2 a 0 sobre o Sporting Cristal, no Peru. Na manhã de hoje (6), logo depois do desembarque no Rio de Janeiro, uma mensagem, divulgada inicialmente pelo jornalista Juca Kfouri, revelou o descontentamento de Marcos Braz com o trabalho de Paulo Sousa. Contratado em dezembro, o português chegou no Ninho do Urubu coberto de muito romantismo e paixão pelo Fla, mas a relação está estremecida e recheada de drama. E o vazamento, caiu como uma bomba nos bastidores do clube.

“Está difícil. Ninguém está gostando dessa indefinição na escalação, as experiências já deveriam ter acabado. Mas não falo nada diretamente, pra não dizerem que estou interferindo”, disse o dirigente a pessoas próximas, ao contrário do que afirma em público sobre o treinador.

Mesmo com boas atuações contra Atlético-MG, na Supercopa do Brasil, que terminaram no vice campeonato nos pênaltis, e na vitória sobre o Botafogo por 3 a 1, o desempenho da equipe diminuiu. Todas as exibições seguintes mostraram falhas e deficiências no novo padrão tático de Paulo Sousa. O comandante também não tem o apoio de atletas mais veteranos, que foram colocados no banco. Diego Alves é um exemplo disso.

No entanto, algumas atitudes do dirigente também não repercutiram bem com os jogadores. Marcos Braz não viajou para o Peru e ficou no Rio de Janeiro para marcar presença na Câmara dos Vereadores do Rio, mas agendou uma reunião com torcedores de organizadas rubro-negras e lideranças do elenco. No desembarque, contudo, Éverton Ribeiro afirmou que não sabia do encontro, e disse não concordar, apesar de saber que é uma situação normal no futebol brasileiro.

A reunião, por fim, foi mantida e três integrantes de cada torcida (12 no total), vão conversar amanhã (7) com Diego Ribas, Filipe Luís, David Luiz, Gabigol e Pedro, em local que não foi divulgado.

Foto: Marcos Braz na apresentação de Paulo Sousa ao CT do Flamengo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.