A obra de Aline Bei em destaque no Solar do Jambeiro

No dia 21 de julho, domingo, das 15h às 17h, acontece o encontro do clube de leitura “Leia Mulheres”, roda de leituras focada em autoras mulheres do Solar do Jambeiro. Neste mês o livro a ser debatido é “O peso do pássaro morto” da escritora paulista Aline Bei, que tem coedição das editoras Nós e Edith.

O grupo faz reuniões mensalmente, onde os participantes se encontram para debater a obra do mês. Os livros são escolhidos presencialmente pelos integrantes, com pelo menos três meses de antecedência. Além disso, o “Leia Mulheres” evita trazer autoras repetidas e tenta diversificar suas escolhas pensando no país de origem das escritoras, sua etnia e sua orientação sexual, por exemplo.

Formada em Letras e Artes Cênicas, Aline Bei é uma escritora de 32 anos. Escreveu “O Peso do Pássaro Morto”, seu primeiro romance, em 2017 e com ele, foi a vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura de 2018 na categoria Melhor Romance de Autor com Menos de 40 anos. A publicação do livro foi viabilizada pelo Prêmio Toca, promovido pelo escritor Marcelino Freire, que ela ganhou.

Inspirada tanto pelo poema “A arte de perder”, de Elizabeth Bishop, como pelo romance “Aos 7 e aos 40”, de João Anzanello Carrascoza, Aline Bei une prosa e poesia em um livro que apresenta ao leitor a história de uma mulher sem nome, narrando sua vida desde os 8 anos até os 52. Tendo o mérito de ocupar-se agudamente da inadaptação feminina a um mundo moldado pelo protagonismo masculino, “O peso do pássaro morto” traz uma protagonista com uma de vida marcada por perdas e interrupções: a morte de entes queridos, a violência sexual, a maternidade indesejada, o isolamento.

A entrada é gratuita e a classificação etária é livre e o Solar do Jambeiro fica na Rua Presidente Domiciano, 195 no bairro Boa Viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 5 =