“A ineficiência da gestão pública é nítida”, diz Marcelo Crivella Filho

Wellington Serrano –

Na semana em que o Marcelo Crivella Filho (PRB) esteve em Niterói para conversar com os empresários da cidade, num encontro organizado pelo pré-candidato a deputado estadual, Alexandre Ceotto (PSD), A TRIBUNA foi ouvir o filho do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), que planeja concorrer à Câmara dos Deputados e é visto pelo PRB como o potencial puxador de votos do partido.

Segundo Marcelo Crivella Filho, estar em Niterói é sempre um bom motivo para recordações. “Morei dois anos em Camboinhas, na Região Oceânica, e gostei muito”, disse ele, que também morou na Europa e nos EUA e falou do profundo incômodo com o atraso do Brasil. “A ineficiência da gestão pública é nítida. Percebemos que a forma de se fazer governo não tem sido suficiente para trazer as respostas que queremos”, afirmou.
Ele disse que foi isso que o levou a se decidir e entrar na política. “Hoje existe um movimento de pessoas que não tinham vinculo e passado político, mas que consideraram entrar para essa esfera para contribuir e propor uma nova forma de pensar, esse é o meu caso. Acho que é uma certa tendência neste sentido do mercado privado assumir esse papel”, afirmou.

Segundo Marcelo, o grande problema da politica brasileira é não ter excelentes candidatos. “As pessoas boas, como por exemplo, o Joaquim Barbosa, não querem se candidatar. Elas não tem muito estômago, mas já há um movimento contrário a isso junto com a empolgação de alguns de acreditar que é possível. Vejo o Dória nesse sentido e o empresário Flávio Rocha, executivo da Riachuelo, pré-candidato à Presidência da República do PRB também”, disse.

Sobre o fato de ser um puxador de voto pelo partido Marcelo disse que não pensa nisso, mas deseja que esse potencial na cadeira federal seja voltado para o ecossistema empreendedor mais fortalecido. “É necessário uma voz nesse sentido e esse é o meu tema”, realçou.
Crivela Filho aposta na renovação e diz que é preciso combater a má politica com a boa politica. “Precisamos avaliar os candidato e as suas propostas. O progresso do país passa pela política, sei que tem pessoas que não gostam, mas é importante ler e se informar sobre os candidatos no qual vão votar”, ressaltou.

Crivella, que trabalha em duas missões da ONU no Brasil ligadas a combate a violência e geração de oportunidades para os jovens, mandou um recado para aqueles acreditam numa cultura empreendedora. “Para aqueles que querem um ecossistema mais fortalecidos para startups aqui no estado venha participar do nosso movimento que se chama RiseUp numa segunda edição do encontro, no dia 9 de junho, no Riocentro, na Barra, terá o objetivo de incentivar outros jovens a empreender.

INCUBADORA DE EMPRESAS
O evento RiseUp!, segundo Marcelo Crivella Filho, vai acontecer a cada seis meses. Para a edição de novembro deste ano, haverá o lançamento de um aplicativo, em que todos os participantes poderão cadastrar suas ideias. Ao mesmo tempo, eles receberão uma moeda virtual para aplicar nas propostas mais inovadoras. As que ficarem melhor posicionadas no ranking, serão selecionadas para a incubadora. “O depósito de moedas virtuais vai funcionar como uma indicação. Os empreendedores que forem mais votados vão receber, na incubadora, toda a infraestrutura necessária para desenvolver suas empresas”, antecipa o idealizador do ciclo de palestras. E, assim, acredita que pode ajudar para que jovens possam apostar nas suas próprias ideias para empreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + doze =