A história do Hospital Municipal Oceânico

A Prefeitura de Niterói lança em parceria com a UFF e o Viva Rio o livro “Hospital Oceânico – Uma Trincheira Contra a Covid-19”, que conta a história do Hospital Municipal Oceânico através de relatos dos seus profissionais, gestores municipais e pelas famílias dos pacientes. O livro foi escrito por PH de Noronha e Ronaldo Lapa e tem o selo da editora UFF.

A história dos primeiros dias da luta contra a Covid-19 no Brasil ainda está por ser escrita. O Hospital Oceânico da Prefeitura de Niterói (RJ) é peça chave desse momento. Primeiro hospital do Brasil totalmente dedicado à Covid-19, tornou-se referência nacional no tratamento dessa doença, responsável pela maior pandemia jamais vista em nosso planeta. Este livro relata, com muitos detalhes, as incríveis dificuldades dos primeiros meses de operação do Oceânico, numa história contada por seus profissionais, pelos gestores municipais e pelas famílias dos pacientes. Uma saga de difíceis vitórias na luta diária para montar um hospital de verdade em tempo recorde, salvar vidas em condições extremamente adversas e, ao mesmo tempo, aprender sobre o modus operandi de um vírus que ataca suas vítimas de formas jamais vistas nos anais da medicina.

Em março do ano passado, a prefeitura de Niterói arrendou as instalações de um hospital privado, que estava fechado, por R$ 1,7 milhão pelo período de 12 meses. O local foi rebatizado de Hospital Municipal Oceânico e foram realizadas obras de adequação na unidade para receber os primeiros pacientes que começaram a chegar logo depois de sua inauguração em abril de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − dois =