Jorginho pede casa cheia e reafirma confiança em classificação do Vasco

A manhã de treinos foi de ajustes finais no Vasco da Gama, que encara o Santos pelo jogo de volta da Copa do Brasil, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário. Na partida de ida, o Peixe venceu por 3 a 1, na Vila Belmiro e, desta forma, o Cruz-Maltino precisa vencer pelo placar de 2 a 0 ou por uma diferença de três gols para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Apesar da tarefa complicada, o técnico Jorginho se mostrou otimista com a classificação.

“O Santos é uma equipe muito qualificada, muito mais perigosa no contra-ataque, bem organizada e potencial técnico muito grande. Sai um jogador, entra outro, mas o time mantém o mesmo nível. O desejo é que a gente consiga fazer o placar que nos interessa. Se for uma vitória por 2 a 0, maravilhoso. É difícil, mas nós acreditamos. Isso nos trará uma motivação muito grande. Acreditamos muito que é possível virar. Treinamos forte para fazer com que a equipe entre em campo bem encaixada”, disse o tetracampeão mundial.

Para o jogo, seis mil ingressos foram vendidos até a noite da última segunda-feira. A tendência é que o número de bilhetes negociados ultrapasse metade da carga disponível ainda nesta terça e a mobilização dos torcedores foi festejada por Jorginho.

“A torcida está acreditando. A diretoria abaixou os preços dos ingressos e o estádio estará cheio. Isso se torna importante no momento que você entra concentrado, atento e encara o jogo como se fosse uma final. É fundamental que nós façamos esse tipo de partida, pois dessa forma São Januário se tornará de fato um Caldeirão, como foi nos meus tempos de jogador e durante esse período que estou no comando do time. Sempre que entramos em campo focados, determinados e fazendo uma marcação forte, sendo uma equipe criativa, a torcida acompanha e vem junto, criando um clima desfavorável para o adversário”, afirmou o técnico cruzmaltino.

Se depender do retrospecto a torcida do Vasco pode se animar. O Gigante da Colina venceu as últimas seis partidas que disputou contra o Peixe em São Januário, quatro delas por dois ou mais gols de diferença. De acordo com Jorginho, porém, a classificação só será obtida caso o Vasco apresente o futebol que encantou durante o Campeonato Carioca.

“Nós perdemos aquele jogo por conta de alguns erros que cometemos. E não podemos errar contra uma equipe como o Santos. Estamos buscando a fórmula do “erro zero”. É difícil, mas não podemos cometer erros primários, como bola parada e sair jogando pelo meio contra uma equipe que marca na linha alta com pressão. Além disso, precisamos ser mais eficientes. Se jogarmos da forma que crescemos nesses últimos três jogos, temos grandes chance de atingir o nosso objetivo”, finalizou o treinador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 5 =