Mercado Popular aguarda licenças para obra

Raquel Morais –

Após a assinatura do contrato de concessão para revitalização do Mercado Municipal de Niterói, na Avenida Feliciano Sodré, no Centro, o processo segue os trâmites normais e está em fase de retirada das licenças para execução de uma obra, segundo informou a Prefeitura de Niterói. A reforma acontecerá em duas fases e terá investimento de R$ 65 milhões através de Parceria Público Privada (PPP) da administração municipal com o consórcio vencedor da licitação.

A obra contará com duas fases: a primeira é a reforma do prédio, que terá a fachada art déco mantida, mas vai receber intervenções para trazer a edificação para o século XXI. No térreo, o mercado contará com delicatessens, restaurantes, quiosques de flores, de artesanato e alimentos, entre outros produtos. No mezanino ficarão restaurantes e, no entorno, jardins, um biergarten, onde poderão ser apreciadas cervejas artesanais, e outros restaurantes. Na segunda fase, o entorno do mercado será beneficiado. Serão construídas uma nova praça e um centro cultural e edifício garagem com 300 vagas. O prédio contará com reaproveitamento de água de chuva e telhado verde, entre outras medidas de sustentabilidade.

O consórcio é formado por três empresas que terão concessão por 25 anos: RFM participações, Nacional Shopping Planejamentos e Reestruturação de Shopping Center e L1 M3 Publicidade. No local nenhuma mudança ainda foi implementada e o espaço parece estar abandonado. Um buraco no muro do mercado, na Avenida Washington Luís, permite a entrada de moradores de rua e usuários de drogas em diversos horários.

“Além do investimento do consórcio, a Prefeitura vai investir R$ 25 milhões na revitalização do espaço público no entorno do mercado. Vamos repaginar aquela região. O Mercado Municipal será uma referência no estado, estimulando a economia da cidade e o turismo, gerando empregos e renda”, destacou o prefeito Rodrigo Neves.

Segundo nota da Prefeitura, a área tem cerca de 9.700 metros quadrados, destes, 3.662 metros quadrados pertencem ao prédio do Mercado Municipal, que foi construído entre 1927 e 1930. Desativado em 1976, o imóvel passou a abrigar o Depósito Público Estadual a partir da década de 1980. Sua infraestrutura compõe o conjunto arquitetônico da Região Portuária de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =