Comandante do 12º BPM quer ter acesso às imagens do Cisp

Wellington Serrano –

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (Niterói), tenente-coronel Márcio Guimarães disse que, em breve, passará a ter, do seu gabinete, acesso às 300 câmeras de segurança do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) instaladas em Niterói. Segundo ele, a parceria foi formalizada na tarde da última sexta-feira (15) com o secretário municipal de Ordem Pública , Gilson Chagas, e o coronel Paulo Henrique de Moraes, secretário-executivo do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM).

Segundo Guimarães, o encontro foi para acertar detalhes do compartilhamento de imagens das câmeras, que é uma ferramenta importante.

“A prefeitura tem ampliado o sistema de câmeras e acertamos para que o batalhão também tenha acesso as câmeras públicas nos portais de segurança”, revelou.

Ele afirmou que a implantação ainda segue sem data.

“Como tudo no poder público carece de licitação, processo e etc, vai demandar um pouco mais de tempo, então não é uma coisa imediata, mas acertamos hoje (na sexta) e vamos ter todo sistema de câmeras aqui dentro também”, afirmou.

Segundo informações, o Batalhão ainda não tem capacidade de internet para suportar o recebimento das imagens. Com a viabilidade da implantação das câmeras do Cisp para o gabinete do batalhão, as mudanças técnicas de comunicação entre os dois locais já serão realizadas.
O comandante não especificou se a Polícia Militar terá acesso a todas as imagens das câmeras espalhadas pela cidade ou se a corporação irá escolher alguns pontos específicos. Já iniciando a parceria já trabalha um PM de plantão dentro do Cisp, conforme parte do escopo do projeto original. Com o ofício encaminhado pelo comandante, a PM terá acesso às imagens das ruas da cidade em tempo real.

Procurada, a Prefeitura de Niterói afirmou que a informação ainda não é oficial, no entanto disse que com o interesse do comando do 12º BPM, as câmeras do Cisp podem ser compartilhadas como mais uma ação integrada entre a Prefeitura e as forças de segurança que atuam no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *