Vereadora vai ao TCE contestar decisão sobre contas de André Granado

Wellington Serrano –

A vereadora de Búzios, Gladys Costa (PRB), no início da semana foi até o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para pedir explicações sobre a mudança de posicionamento por parte da corte em relação às contas do prefeito André Granado (PMDB), referentes ao ano de 2015. Segundo ela, após pedidos de reprovação das contas, relatado pelo corpo técnico do conselho, o TCE voltou atrás e decidiu acatar as contas do peemedebista.

De acordo com Gladys, o prefeito cometeu crime de improbidade administrativa no ano mencionado, fato que não pode ficar impune. “Não entendemos essa nova posição do Tribunal. Depois de a Câmara julgar e votar essas contas, de acordo com a orientação que recebeu dele próprio, segundo a qual havia improbidade, o tribunal agora diz que tais crimes não eram considerados?”, questionou a vereadora.

Diante do caso, a parlamentar explica que vai tomar medidas administrativas e judiciais, já que a mudança de posição, segundo ela, agride o próprio TCE. “Fui ao órgão a fim de requerer cópias integrais do processo que aprovou as contas do prefeito, cujo existiu um pedido de reprovação das contas pelo corpo técnico tendo sido posteriormente aprovado pelos conselheiros”, lamenta.

Segundo Gladys, diante da grande repercussão da prisão dos conselheiros do TCE, é importante no momento aumentar a fiscalização na busca da verdade das informações. “Todos nós queremos ver o Tribunal fortalecido, mas desse jeito estamos nos sentindo solenemente desconsiderados enquanto membros da instância municipal que julga as contas do prefeito”, disse.

Segundo informações, os conselheiros do TCE-RJ, apesar da indicação do Corpo Técnico do Tribunal para que as contas de gestão de 2015 do prefeito de Búzios André Granado recebessem parecer prévio contrário, decidiram emitir parecer prévio favorável à sua aprovação final pela Câmara de Vereadores.

Fontes revelam que um vereador de São Pedro da Aldeia garantia que os pareceres do Corpo Técnico das contas de 2015 de Búzios e São Pedro da Aldeia fossem alterados pelos conselheiros. Até mesmo através de uma carta, os técnicos do TCE-RJ teriam denunciado para a grande mídia, na qual garantiam que alguns de seus pareceres eram alterados para beneficiar prefeitos, sugerindo possíveis fraudes no tribunal de contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *