TRE-RJ indefere candidatura de Quaquá a deputado federal

Na sessão plenária desta quarta-feira (12), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) indeferiu os pedidos de mais 130 registros de candidaturas, entre os quais o do ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), que disputa o cargo de deputado federal.

Por cinco votos a um, a Corte entendeu que o candidato se encontra inelegível por ter sido condenado, por órgão colegiado, pela prática de ato doloso de improbidade administrativa. De acordo com o voto da relatora do processo, desembargadora eleitoral Cristina Feijó, Quaquá, quando ocupava o cargo de prefeito de Maricá, “concedeu indevidamente gratificação a mais de cem correligionários e apadrinhados políticos sem verificação de quaisquer critérios legais ou administrativos”.

“Entendo presentes todos os requisitos necessários à configuração da causa de inelegibilidade constante do artigo 1º, inciso I, alínea “l”, da Lei Complementar nº 64/90: condenação à suspensão dos direitos políticos; decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado; ato doloso de improbidade administrativa; e lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito”, redigiu a magistrada. Além disso, por quatro votos a dois, o Plenário decidiu que Quaquá fica desde já proibido de realizar atos de campanha. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Conforme o calendário eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais têm até 17 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidatos a governador, vice-governador, senador e suplente, deputados federais, estaduais e distritais, inclusive os impugnados e os respectivos recursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *