Suposto radar era um contador de veículos

Wellington Serrano –

No dia em que a Coluna Painel, de A TRIBUNA, noticiou a suposta instalação de um radar na descida da Ponte Rio-Niterói, sentido Avenida do Contorno, à coordenadoria de comunicação da Ecoponte esclareceu que o equipamento é um contador de veículos, instalado pela concessionária para ajudar na monitoração do tráfego na região. Ontem mesmo a câmera já havia sido retirada do local.

A informação trouxe alívio para quem trafega na via, caso do motorista de transporte complementar Roberto Valério, que confirmou ter visto a movimentação dos agentes da empresa em escadas sobre carros, operando o equipamento. “Que bom que não é para multar, né?”, indagou. Ele disse que não aquenta mais ver tantos radares nas estradas. “Em Araruama e Saquarema eles estão multando direto”, lamentou.

O radar, que só monitorava o fluxo, também assustou a moradora de Niterói, Andréa Sepúlveda. “Passei ontem aqui e vi o radar que parecia estar sendo instalado para tentar flagrar motoristas velozes. Que bom que o equipamento é só para controlar o movimento de carros”, comemorou.
O motorista de táxi Roberto Valério, que acabará de chegar do Rio de Janeiro pela via, deu uma sugestão em relação ao caso. “Em muitas das ocasiões, o aparelho móvel fica escondido e isso já leva o motorista à desconfiança. Eles [os operadores de radares] deviam ter uma divulgação e sinalização para avisar ao motorista o que está sendo feito naquela ocasião, pois com o advento da internet qualquer movimentação deles neste sentido já assusta os motoristas que usam a velocidade do WhatsApp para dedurar a operação”, disse Valério.

A concessionária informa que os motoristas que quiserem acompanhar a movimentação na Ponte antes de acessá-la podem obter a informação gratuitamente no aplicativo do Grupo EcoRodovias nas plataformas iOs (iPhones, na app store) e android (demais smartphones, na play store). Além do aplicativo, as informações estão disponíveis no perfil do Twitter (@_ecoponte) e no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *