Secretaria anuncia fim de mais 13 UPPs no Rio até o fim do ano

A Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro anunciou nesta quarta-feira (10) o fim de mais 13 Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) até o fim do ano. As unidades serão transformadas em companhias destacadas, sob o comando dos batalhões de área. As comunidades afetadas não foram divulgadas, no entanto.

Até agora, uma UPP foi extinta (Batam), quatro foram transformadas em companhias destacadas (Mangueirinha, Vila Kennedy, Cidade de Deus e Camarista Méier) e uma está em processo de se transformar em companhia destacada (São Carlos). A revisão das UPPs é uma das políticas anunciadas no início da intervenção federal na segurança, em fevereiro deste ano. O objetivo é remanejar parte de seus efetivos para o patrulhamento em outros pontos do estado.

Segundo nota, a secretaria também confirmou que pretende convocar 573 policiais militares na segunda quinzena de novembro, classificados no último concurso público realizado pelo governo fluminense.

A secretaria anunciou ainda que, até o fim do ano, formará mais 245 oficiais de cartório da Polícia Civil, comprará 1.036 viaturas policiais e reforçará o policiamento diário com 1.500 policiais civis e militares por meio do pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS), uma espécie de hora extra para policiais.

A nota também informa que 1.216 policiais militares já passaram pela reavaliação psiquiátrica, que tem por objetivo verificar quais agentes já têm condições de retornar ao serviço depois da licença médica. Desse total, 378 retornaram às ruas para patrulhamento e 565 estão atuando na área administrativa.

(EBC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *