Riscos de afogamento aumentam com a chegada do verão

Raquel Morais –

Um jovem paulista de 21 anos morreu afogado na Praia de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, na tarde do último domingo, por volta da 17h. Os bombeiros tentaram reanimar o rapaz com massagem cardiorrespiratória, mas ele não resistiu e morreu na areia. O caso chamou atenção para o perigo dos afogamentos nas praias principalmente com aumento de movimento por causa do verão. Os militares deram dicas, para adultos e crianças, de como evitar acidentes no mar.

O Corpo de Bombeiros informou que o homem, identificado como Rilan M. dos Santos, era de São Paulo e os militares do 3º Grupamento Marítimo de Itaipu (3º GMAR) conseguiram retirar o jovem do mar e tentaram de todas as maneiras salvá-lo. Até um helicóptero da Polícia Civil foi chamado para ajudar no salvamento, mas ele não resistiu e faleceu no local.

O respeito pelo mar continua sendo uma das principais garantias de um bom passeio na praia. Os militares também divulgaram algumas recomendações para evitar afogamentos como por exemplo: procurar sempre os locais onde exista um posto de guarda-vidas; respeitar as placas e/ou bandeiras de sinalização; perguntar sempre ao guarda-vidas qual o local mais apropriado para tomar o banho de mar; não ingerir bebidas alcoólicas; evitar entrar no mar logo após se alimentar; não entrar no mar após longa exposição ao sol, sem antes adaptar seu organismo à temperatura da água; não desviar a atenção um só instante das crianças (vale identificá-las com nome e telefone para contato); caso saiba e pretenda nadar, a orientação é praticar a atividade paralelamente à areia e evitar locais que são conhecidos como points de surfistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *